Voltar   BateristasPT.com > OS MÚSICOS E A MÚSICA QUE NOS 'TOCA' > Bateristas e Percussionistas
Página Principal Registar FAQ Membros Calendário Pesquisar Mensagens de Hoje Marcar Fóruns como Lidos

Bateristas e Percussionistas Espaço para falarem sobre os vossos bateristas e percussionistas preferidos


Resposta
Opções
Não lido Sáb, 16 de Setembro de 2006   #1
Leodreammer
 
Membro desde: 28-Jun-2006
Local: Faro
Mensagens: 951
Leodreammer está no bom caminho
[Entrevista] Chad Smith - Baterista de Red Hot Chili Peppers (Set 2002)

Ora cá vai uma entrevista entre eu e meu amigo Chad 2002




Intro:

Chad o “Californicador” é acima de tudo um comunicador,que gosta de falar,rir e tocar bateria por uma simples razão : O prazer.

uma questão básica para começar: quando e como começaste na bateria?
Chad-começei a tocar tinha 7 anos,em Detroit no Michgan.Não me lembro exactamente como fui parar a bateria,mas era um miúdo um tanto nervoso,que martelava em tudo o que lhe aparecia a volta.O meu primeiro set era constituído por baldos e as minhas baquetas eram pequenos paus de madeira daqueles jogos de construção para crianças.basicamente usava material top de gama foi por isso que me tornei tão bom tão depressa(gargalhadas).Agora falando a sério,nunca tive aulas privadas,tocava nas bandas da minha escola,eram “fanfares” (penso q é aquelas cenas dos desfiles com caixa pendurada ao pescoço) ou tocava em formação de jazz, e foi assim desta maneira que aprendi a ler solfego rítmico.

Ès então um verdadeiro autodidacta?
Chad-sim,não sei se é uma coisa boa ou não,mas não tenho nada contra o facto de se ter aulas,um bom prof. Pode certamente ajudarte-te bastante,mas nunca tive um portanto considero o meu estilo natural,com provavelmente maus hábito(mecanismos)

eh chad,fica descansado que não se nota nada!
Chad- sim,mas já faz algum tempo que toco,consegui experimentar varias cenas que funcionaram melhor para mim.

Quais eram os teus heróis/referencias nessa altura?
Chad:O meu irmão mais velho de 2 anos que tocava guitarra,montamos um grupo só nos os dois.Ouvia todos os seus discos,principalmente as bandas de rock dos finais de 60 inicio de 70: Led Zeppelin,Black sabbath,Cream,the who,Jimi hendrix,Queen..e um pouco mais tarde bandas de Chicago.Os bateristas destas bandas passionavam-me: John Denzelmore dos Doors,Keith Moon,John Bonham,Mitch Mitchell..era uma época alucinante para o rock.Eu considero-me um sortudo de ter tido a oportunidade de fazer a minha aprendizagem tocando em cima dos seus discos.

Acabei agora mesmo de ver o vosso novo dvd “off the map”…então,qual é a sensação de tocar com spaghettis a caírem-te em cima(risada)?
Chad-(Lolada)não é lá grande espingarda! Aqueles ******* dos foo fighters lixaram-me bem!Nós tínhamos feito varias digressões de 3 a 4 semanas juntos, e a cada ultimo concerto dava-me gozo atirar coisa pra cima do Taylor,pop corn ou pepitas de chocolate!O concerto de bóston que figura no nosso dvd era qualquer coisa como o nosso antepenúltimo,logo,mesmo sabendo que o tipo ia se vingar nunca esperei que fosse essa noite!!A surpresa era total.ele começou por lançar-me uns berlindes brilhantes,ainda aguentei a brincadeirazinha..mas depois veio os spaguettis cheios de óleo e gordurentos,era como se me tivessem caído serpentes por cima de mim,mas sendo o pró que sou,aguentei-me a brava para depois lhe dar uns tabefos no rabo(gargalhada geral)

“off the map” será talvez o sentimento que temos ao regressar a casa após uma longa torné?
Chad-é verdade que não é evidente regressar a casa,porque habituamo-nos a um certo tipo/estilo de vida em digressão: viajamos,tocamos e encontramos a toda hora uma porrada de gente.quando de um momento para o outro voltas a casa,é um pouco esquesito de não fazer nada, e demora o seu tempo até voltar tudo a normalidade.Nós viajamos imenso na digressão,fizemos varias vezes a volta ao mondo,e é verdade que as viagens as vezes acabam por serem cansativas.Mas adoramos o que fazemos.”Off the map” foi até tirado das letras da canção Sir Psycho sexy(do “Blood sugar sex magic”)

Esta gravação live mostra até que ponto a improvisação acaba por ser um factor importante da vossa musica.Trabalham da mesma maneira quando escrevem e quando gravam,mudando as estruturas a vosso belo prazer?
Chad- sim,trabalhamos assim.muitos pedaços da nossa musica acabam por ser fruto de improvisos das jams sessions.Quando ensaiamos ,aqui em Hollywood,marcamos encontro e tocamos simplesmente.
Logo que sentimos que temos um boa malha,gravamos,se não for muito, passamos para outra coisa..
A seguir,anthony(kiedis,canto)pega nas faixas e tenta encaixar ideias de letras e melodias na sua casa,depois trabalhamos por cima para estruturar tudo,definindo o que será a intro,refrão etc..A maior parte das nos canções nascem assim,mas acontece também que john(Frusciante,guitarra) ou Flea(baixo) tragam ideias que os inspiraram..nada é planificado.È bastante próximo da mentalidade jazz,e nos palcos as musicas muitas vezes são alteradas.Em contrapartida,uma vez que entramos em estúdio para gravação de um álbum,temos como principal objectivo de oferecer a nossa melhor performance,ficando +/- numa estrutura definida.Procedendo desta maneira cada um contribui para o resultado final,cada personalidade pode exprimir-se, e é isso que faz de nós provavelmente o que somos.

O lado rítmico da vossa musica é essencial: não só a nível do baixo/bateria mas também o lado funky da guitarra e do canto rap(voz rap). Consideras-te apesar de tudo como o pilar que segura o ritmo no seio do grupo?
Chad- olha,entre nós todos temos de ser bateristas de espírito.Não me sinto verdadeiramente como um anjo rítmico que une todos os membros,porque tanto o John,Flea e Anthony têm um exelente Tempo,o que permite libertar-me e dar largas de vez em quando a minha imaginação, que eles não descaem mesmo quando dou uns pregos(lol).Mas ao mesmo tempo tocamos rock,funk e estilos onde a bateria fica básica ,queremos que o nosso publico dança e abane o capacete ouvindo-nos,logo não posso abusar muito!Mas apesar de tudo temos imensa liberdade na nossa musica,tenho a impressão de puder tocar o que quero.Passamos de punk muito energético a coisas bastante intimas á Neil Young, e soa sempre a red hot.Mesmo sendo o motor rítmico de certo modo,está longe de ser uma restrição,porque eu mesmo quero que os outros membros da banda tenham uma base onde assentar.Conhecemo-nos desde há muito tempo,o que faz uma diferença enorme também.

Falavas de liberdade, e certamente,os red hot têm desde de sempre misturado numerosas influencias:funk,rap,jazz,rock..são pioneiros neste aspecto.Consegues ver essa liberdade musical,essa abertura de espírito como a chave do vosso sucesso?
Chad- Penso que um bom musico deve estar sempre aberto a vários estilos,se te limites,não cresces..
Adoro o metal,cresci com o hard rock e punk rock,mas vindo de Detroit,gosto também de musica Motown e soul.E mais tarde pus-me a ouvir rap como Nwa e public enemy.Quando és novo, agarras-te a um certo estilo ,como o hard no meu caso,mas depois é necessário abrir-se para outros horizontes se queres vir a ser um bom musico, que saiba tocar diferentes coisas.Não vou me juntar a uma banda de blues amnahã,mas admiro Hank Williams,the wailers,Robert johnson,são exelentes músicos e influenciaram no meu jogo de bateria.Nos red hot,temos todos influencias musicais diferentes,mas o que nos torna únicos é a alquimia que se produz quando tocamos juntos.se ouvíssemos todos a mesma coisa,acabaria por se tornar unidireccional e aborrecido.

Há uma frase interessante que disseste:”tocar menos para dar mais impacto”.Quanta experiência é necessaria para alcançar esse estado de espírito?
Chad- Aos 14,15 anos era grande fâ de neil Peart de Rush.Eu tinha um set enorme como ele e pratos a dar com pau,cowbels e mais não sei o quê.Na altura,era cool,porque chegava a um nível onde me sentia mais ou menos capaz de tocar como ele,que era bastante respeitado pelos músicos em geral.Mas a maneira dele tocar soa bem num grupo como os rush mas se tu tocas pop,rock and roll não consegues tocar de tal maneira é impossível!
È preciso algun tempo para entender a minha maneira de tocar,com a maturidade chegamos a conclusão que o nosso papel é servir a canção e não o contrario.
Confesso que nem sempre o consigo fazer mas como baterista tenho que entender o meu papel no seio do grupo e que o solista não sou eu! Eu prefiro que alguém diga” que canção extraordinária” em vez de”Ena pá,grandes breaks(viradas) que fizeste,és o maior!! Lol
Se as pessoas gostam duma musica,para mim é o maior elogio. È por isso que não tenho 15 timbalões,senão ficava obsecado em bater neles todos!

No dvd nós vemos-te a beber cerveja e chá de ginseng antes do concerto..Fazes alguns aquecimentos e tomas atenção a tua alimentação para manter a forma?
Chad-Sim,é necessário fazer exercício.Em geral não bebo gingeng e essas coisas..tento sobretudo de me relaxar antes de subir ao palco.E como a bateria é um instrumento que puxa bastante pelo físico,execirto-me varias horas por dia,é importante cuidar do seu corpo,no entanto gosto de bebericar umas jolas de vez em quando(gargalhada geral)!

No entanto é impressionante como a adrenalina não te chega a afectar-te,os tempos estão sempre lá,quando a maioria têm tendência de acelerar o ritmo ao vivo..será uma questão de experiência?
Chad- Eu penso,de qualquer forma,que eu não trabalho com os clicks(penso q ele se está a referir a marcação do prato de choque..) a nossa malha é bastante orgânica.As vezes exito-me um pouco sobretudo no inicio de uma digressão,logo em geral concentro-me na maneira como eu sinto a musica,e toca-a depois um pouco mais lento,funciona bem a maior parte do tempo.E não sou sempre eu a iniciar as musicas,há muitas ocasiões em que o Flea e john atacam em primeiro,e fazem-no bem!

Ainda consegues arranjar tempo para treinar sozinho?
Chad- para ser sincero,não treino tanto como dantes,nem tenho bateria em casa.E ultimamente temos ensaiado e gravado bastante.Prefiro mesmo tocar em conjunto,aboreçe-me um bocado treinar sozinho, ter um musico ao meu lado é melhor,ao menos torna-se musica..

Gostas de comunicação musical?
Sim,absolutamente.Quando há uma malha que eu não consigo tocar,dedico algun tempo a trabalha-la,mas para além disso,prefiro os ensaios com a banda..não é provavelmente um bom hábito para os jovens bateristas,é extremamente importante treinar continuamente para progredir.Há sempre coisas para aprender e praticar.mas no que me diz respeito,eu toco de qualquer maneira todos os dias,por isso prefiro interagir com outros músicos.

Dizias que para ti,os red hot transmitiam uma energia positiva.O que pensas do recente “neo-metal” que usam ingredientes semelhantes aos vossos(influencias de rap e hip-hop,ritmos groovy)mas com um aspecto geral mais sombrio?
Chad- Não estou muito aparte da nova onda neo-metal.grupos como disturbed e Linkin park soam todos um pouco igual para mim,não encontro nessas bandas grande originalidade,mas não duvido que investiram-se ao máximo nas suas musicas.As vezes ouço boas canções deste estilo na rádio,mas não encontro neles personalidade,aboreçe-me um pouco.

Quando alguma coisa funciona bem comercialmente,aparecem do nada 50000 bandas idênticas que passam na tv e na rádio…
Chad-Sempre foi assim,as pessoas seguem a musica que se vende,e os produtores/discografias adaptam as suas politicas nesse estado de graça.foi assim com Gnr(guns n´roses)quando estavam no top,e um pouco mais tarde,foi a mesma cena para Jane´s Addiction e nós mesmos.Não vejo sinceridade com tais atitudes,tentar ser Guns um dia e red hot no dia seguinte!!Tira o crédito a estes estilos mais que outra coisa,é por isso que não ligo muito aos médias.

Sim,mas de um outro ponto de vista,hoje em dia já não existe nenhuma banda conhecida que soa como red hot!!
Chad-sim,eles tentam se calhar hoje em dia serem os novos Linkin park(lolada geral)Nós fazemos unicamente o nosso som,estamos ******* para as modas e de que os outros fazem! Apesar de gostar todo o tipo de musica,não tentamos encaixar-nos em nenhuma categoria,só tentamos sermos nós próprios,pode parecer egoísta,mas o que conta ao fim ao cabo é d´amar o que tocamos.Fazemos musica para nós,não para os outros,nem para os nossos fãs ou nossa editora.estamos felizes de continuarmos a fazer a nossa musica juntos e de continuar a interessar ás pessoas.Não exitem tantos grupos que subrevivam durante 17 anos(+ 4 ),portanto estamos muito felizes e conscientes de termos tido muita sorte.Principalmente desde que o John regressou,damo-nos conta da alquimia que há entre nós,do respeito,da admiração mutua e do amor que partilhamos.Sabemos que possuímos algo de especial.No outro dia estava vendo U2 nos grammy awards,são porreiros,mesmo sem falar das sua musicas ou politicas.são só e exclusivamente quatro amigos que ficaram juntos através dos bons e maus momentos.Sem nos compararmos aos U2,estamos no mesmo estado de espírito o que é cada vez mais raro.Algumas bandas não se dão conta,e separam-se por causa das drogas,mulheres, e retropectivamente devem arrepender-se daquilo que partilhavam. Aquela atitude:” o meu quarto no hotel deve que ser maior que o teu” acontece de verdade!Quando o que interessa acima de tudo é a musica!

Para concluir,quais são os conselhos que podes dar aos jovens bateristas que sonham um dia ser pró como tu?
Chad: um verdadeiro pró,he (risada)!!
Penso que devem principalmente juntar-se a um grupo e tocar qualquer tipo de musica,seja onde for e seja com quem for.todas as experiências,mesmo se não for nas melhores situações possíveis,ajudar-te-a a progredir e ser melhor musico.E não é o aspecto mais importante: ouvir os outros,ser capaz de aparecer a horas e tal…não é só tocar e compor.è mesmo um modo de ser.Se no momento em que aparece uma boa oportunidade e tiveres feito bem os trabalhinhos de casa,então coisas boas acontecerão!
Foi assim que aconteceu comingo: de repente apareci na capa de uma revista com uma peúga a tapar-me a pila(gargalhada geral)!

Fim

Fotos:












(vídeo aula c/ flea)


http://www.bateristaspt.com/forum/showthread.php?p=6963#post6963 (importante!)
Leodreammer não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 16 de Setembro de 2006   #2
DrumScores
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Exactamente onde queria estar...
Mensagens: 900
DrumScores será famoso em breveDrumScores será famoso em breve
Bom Trabalho!!!!


Gostei de ver!
Penso que de futuro podemos procurar melhor que tipo de material queremos desenvolver aqui!
Isto é, o que o ppl quer ler!

É uma opiniao!

Eu gostei e aproveitei para mudar para a secçao de ARTIGOS!


Bom trabalho
DrumScores
DrumScores não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 16 de Setembro de 2006   #3
Klomax
 
Membro desde: 29-Ago-2006
Local: Porto
Mensagens: 193
Klomax está no bom caminho
Leo,
Obrigado por partilhares...
Bom trabalho....

Klomax não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 16 de Setembro de 2006   #4
Leodreammer
 
Membro desde: 28-Jun-2006
Local: Faro
Mensagens: 951
Leodreammer está no bom caminho
Não foi fácil,no final já estava com os neuronios todos trocados..lol
F*das traduzir meia duzia paginas deixa um gajo a nora, imagina aqueles que traduziram o codigo da Vinci!
O que vale é que o trabalho(modestia aparte) ficou porreiro,até fiquei surprendido!!l
Espero que alguns entusiastas sigam o mesmo caminho,ficariamos com um site cada vez melhor,dêem uma olhadela a este topico:

http://www.bateristaspt.com/forum/sh...=6963#post6963

abraço

Última edição de Leodreammer : Sáb, 16 de Setembro de 2006 às 15:02.
Leodreammer não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 3 de Outubro de 2006   #5
andre_vg
 
Membro desde: 30-Jun-2006
Local: Santa Maria da Feira
Mensagens: 224
andre_vg está no bom caminho
Citação:
Mensagem Original de Leodreammer
Não foi fácil,no final já estava com os neuronios todos trocados..lol
F*das traduzir meia duzia paginas deixa um gajo a nora, imagina aqueles que traduziram o codigo da Vinci!
O que vale é que o trabalho(modestia aparte) ficou porreiro,até fiquei surprendido!!l
Espero que alguns entusiastas sigam o mesmo caminho,ficariamos com um site cada vez melhor,dêem uma olhadela a este topico:

http://www.bateristaspt.com/forum/sh...=6963#post6963

abraço
muito obrigado Leodreammer uma gande abaxo pa ti pelo teu esforço .



andre_vg não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 20 de Agosto de 2008   #6
Jorge Cardoso
 
Membro desde: 16-Jan-2007
Local: Leiria
Mensagens: 1.054
Jorge Cardoso é mesmo fixeJorge Cardoso é mesmo fixeJorge Cardoso é mesmo fixeJorge Cardoso é mesmo fixeJorge Cardoso é mesmo fixeJorge Cardoso é mesmo fixe
Re: ENTREVISTA: Chad Smith - Baterista de Red Hot Chilli Peppers (Set 2002)

Entre Portnoys, Pearts e outros que tais, com todo o respeito e admiração que tenho por eles, sempre adorei o groove a maneira "simples" deste baterista, Chad Smith. Muita humildade se denota na entrevista e ao mesmo tempo um ganda pro. Parabens pela entrevista e obrigado pelo teu contributo. Boas batucadas
__________________
"...água fura em dura mole, tanto dá até que pedra..."
Jorge Cardoso não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 20 de Agosto de 2008   #7
Superdgs
 
Membro desde: 16-Abr-2006
Local: qta do conde
Mensagens: 2.374
Superdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixeSuperdgs é mesmo fixe
Re: ENTREVISTA: Chad Smith - Baterista de Red Hot Chilli Peppers (Set 2002)



Superdgs não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 28 de Fevereiro de 2009   #8
Wakai
 
Membro desde: 15-Jan-2009
Local: Brasil
Mensagens: 107
Wakai tem uma aura espectacular à voltaWakai tem uma aura espectacular à volta
Re: ENTREVISTA: Chad Smith - Baterista de Red Hot Chilli Peppers (Set 2002)



Nothing to Say! (Angra)

Última edição de Wakai : Sáb, 28 de Fevereiro de 2009 às 13:46.
Wakai não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qui, 2 de Julho de 2009   #9
ivo torres
 
Membro desde: 15-Jun-2009
Local: porto
Mensagens: 121
ivo torres é uma quantidade desconhecida por enquanto
Re: ENTREVISTA: Chad Smith - Baterista de Red Hot Chili Peppers (Set 2002)

adorei esta intervista, foi uma das mais sinceras que ja li!
ja admirava este homem mas pelo conteudo do que li, subiu mt na minha consideraçao, e adorei aquele tom ironico com que fala, porque no fundo sabe bem que é um icone, mas refere-se a ele mesmo com bastante humildade!

e se3m duvida, adorei, mesmo 5 *, quando falou das 50 000 bandas que seguem outra por ser moda!!
e caso pa frizar os pantera :D:D be yourself by yourself

abraço, e obrigado a quem postou aqui a entrevista

ivo torres não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 14 de Julho de 2009   #10
BernasDrummer95
 
Membro desde: 18-Jun-2009
Local: Porto
Mensagens: 179
BernasDrummer95 pode apenas ter esperanças em melhorar
Re: ENTREVISTA: Chad Smith - Baterista de Red Hot Chili Peppers (Set 2002)

E um grande exemplo a seguir por todos nos sem duvida, Chad Smith Gostei bastante da entrevista, muita sensata acima de tudo :D Já agora podia haver a pergunta para o trocar todo: "quantos pares de baquetas tens?" , não .. era mau demais :D estou na tanga ..
Bom trabalho de traducao companheiro, pois imagino o esforço, levou um bruto tempo LOOL mas valeu bem a pena obrigado xD

E é uma excelente ideia a seguirmos, eh pah revistas que andem para ai perdidas, artigos e isso tudo, bora traduzir xD é so pesquisar.. da Blitz em portugues seria mais facil é so copiar, se tiverem.. , etc. ´

Abracos
BernasDrummer95 não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qui, 18 de Fevereiro de 2010   #11
tony
 
Membro desde: 2-Jun-2009
Local: Vila Franca de Xira
Mensagens: 5
tony está no bom caminho
Re: ENTREVISTA: Chad Smith - Baterista de Red Hot Chili Peppers (Set 2002)

Grande baterista, um dos meus
tony não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 27 de Fevereiro de 2010   #12
Ads
 
Membro desde: 23-Jun-2009
Local: Braga
Mensagens: 338
Ads é uma quantidade desconhecida por enquanto
Re: ENTREVISTA: Chad Smith - Baterista de Red Hot Chili Peppers (Set 2002)

Tambem é um dos meus, por acaso so vi este topico porque o desenterraram xD
Abraço
__________________

Ads não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Resposta



Opções

Regras
Aqui não podes criar novos assuntos
Aqui não podes responder a mensagens
Aqui não podes colocar anexos
Aqui não podes editar as tuas mensagens

Código vB está Ligado
Smilies estão Ligados
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado
Escolher Fórum

Assuntos Semelhantes
Assunto Autor do Assunto Fórum Respostas Última Mensagem
O fim da alta fidelidade Sixxen Bandas e Música em geral 36 Qua, 15 de Abril de 2015 10:49
Pela segunda vez... Oi DavidMorais Apresentação de Novos Membros 24 Dom, 13 de Novembro de 2011 17:43
Divulgação: 2ª edição do Festival Percussão e Bateria de Lavra - 17 Abr 2010 (Matosinhos) Madeira Concertos, Exposições e Eventos (geral) 30 Sex, 23 de Abril de 2010 15:11
REPORTAGEM: Festival Tam Tam Percussion Drum-Fest 2007 (dia 11/11 em Sevilha - Espanha) Madeira Concertos, Exposições e Eventos (geral) 20 Sáb, 6 de Março de 2010 21:33
[Biografia] e [Entrevista] Aquiles Priester _TASSE_ Bateristas e Percussionistas 2 Dom, 10 de Junho de 2007 16:04



São agora 05:43. (horário GMT +1)


Design by: vithorius
Copyright ©2001 - 2018, Fórum BateristasPT.com
Powered by vBulletin®
Copyright ©2000 - 2018, Jelsoft Enterprises Ltd.
Gravatar as Default Avatar by 1e2.it