Voltar   BateristasPT.com > ENSAIO, APRENDIZAGEM E PARTILHA DE CONHECIMENTOS > Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual")
Página Principal Registar FAQ Membros Calendário Pesquisar Mensagens de Hoje Marcar Fóruns como Lidos

Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual") O local para debater aspectos técnicos sobre a bateria e percussão. Uma espécie de sala de aula conjunta online permanente! Rudimentos, Afinação, Exercícios, Postura, Prática, Truques, Esclarecimento de Dúvidas, Dicas e Partilha de Conhecimento! O verdadeiro Workshop Virtual!
ATENÇÃO: Não publiques divulgações/anúncios de concertos e/ou workshops nesta secção! Obrigado!


Resposta
Opções
Não lido Sex, 9 de Maio de 2008   #1
canas
 
Membro desde: 2-Jun-2006
Local: Braga
Mensagens: 232
canas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em bruto
Domínio da Técnica/Progressão na Carreira - Polivalência vs Especialização. Opinem!

Aí está um assunto que me tem assaltado recorrentemente nestes últimos tempos.

Sinto que os meus conhecimentos na bateria estagnaram. Ou seja, sempre que me sento a praticar, se não fizer um plano de estudos, acabo por tocar sempre a mesma coisa... e tocar sempre a mesma coisa torna-nos realmente bons a tocar essa coisa. Mas na realizade não há evolução.

A minha questão é a seguinte. Devemos optar por uma especialização, i.e., escolher um estilo ou uma vertente da bateria e evoluir nesse sentido; ou devemos alargar horizontes e cobrir todos esses estilos que existem?

A mim parece-me que a escolha está entre ser muito bom num único estilo musical ou ser razoável em muitos.

Como é claro para todos, o tempo é um recurso finito e não o podemos esticar, sendo prática comum que a maioria de nós tem mesmo que "espremer o tempo" para conseguir umas horitas (digo, minutos) para praticar bateria. E depois olhamos para a pilha de informação que temos (dvd's instrucionais, livros, etc) e temos que escolher o que queremos fazer... e mais uma vez precisamos de tempo.

Tenho optado por "provar" um pouco de tudo que há para a bateria, desde a velocidade no pedal duplo a ritmos latinos, sempre acompanhado pelas técnicas novas e/ou consagradas. Tento praticar composição e tento tocar músicas de "artistas" conhecidos "tal e qual". Tento ser cada vez mais rápido e ter cada vez mais felling. Tento tocar extreme-metal, pop, jazz, fusão, latino e outros. Tento ler novas pautas e treinar o heel-toe... Tento não enveredar por caminhos que me façam perder tempo.

Acho que estou à espera de ser sujeito à selecção natural. Estou à espera que os projectos e o meu gosto pessoal me guiem e me apontem para aquilo que realmente vou apostar todo o meu tempo. A partir desse ponto tentar ser especialista em alguma coisa.

Entretanto, vou tentanto tocar bateria.

E aqui no fórum? Existem mais especialistas ou polivalentes?

Saudações
canas
canas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sex, 9 de Maio de 2008   #2
MANEIRO
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Algarve
Mensagens: 480
MANEIRO é uma jóia em brutoMANEIRO é uma jóia em brutoMANEIRO é uma jóia em brutoMANEIRO é uma jóia em bruto
Re: Polivalência vs Especialização

ola´Canas .

hoje em dia é mais fácil achar bateristas mais especificos do que versáteis.
se for ver a maioria dos versáteis está inserida em banda de bailes e outra se resume em grandes bateristas nacionais que tem uma vertente musical mais abrangente (como o Frazão entre outros).

a maioria se especializa numa determinada área que mais gosta , seja qualquer o estilo, e dá "uns toques" em outros.
o unico "senão" é que passas a trabalhar somente dentro dessa área musical e passa a ser reconhecido por esse estilo musical, mas se é esse o objetivo ,é o melhor a fazer.

na outra gama temos os "free-lancers" (minha categoria) que se aprofundam em todo tipo de estilo musical e trabalham com os mesmos .
é muito mais complicado ,pois não é só tocar um pouquinho de cada coisa. tem que estudar e analisar bem tudo o que se pretende tocar ,pois cada estilo tem uma visão diferente,diferentes formas de pensamento, diferentes origens e critérios musicais.

as unicas diferenças em trabalho são que um baterista de estilo especifico vai arrumar sempre trabalho na àrea em que ele atua, enquanto os "free" se dispoem a todo tipo de trabalho (as vezes nem todos).

nenhuma das opções é melhor nem pior ,são apenas caminhos diferentes que vão dar ao mesmo fim que é "fazer música".

vamos morrer e não vamos saber tudo ,mas quanto mais soubermos melhor.

quanto ao estudo é sempre bom ter um plano do tipo:

- quais meus pontos fracos
- em que preciso melhorar
- onde quero chegar

estudar por estudar não leva a lado nenhum . tenha sempre em mente o "por que" está a estudar determinado exercicio e em que ele ira beneficiar no trabalho que faz.

"O IMPORTANTE NÃO É ESTUDAR 20 HORAS POR DIA O QUE JÁ SABEMOS , E SIM 15 MINUTOS BEM ESTUDADOS DAQUILO QUE NESCESSITAMOS"

quanto a escolha musical isso vem com tempo e pode calhar também de continuar a gostar e trabalhar com vários sem ter um definido.
tudo vai depender do caminho que pretende trilhar dentro da musica e seus objetivos .

qualquer que seja seu caminho, lembre-se sempre de estar a favor da música e somando para ela , e principalmente ,somando em "equipe" com os demais músicos ,pra que o resultado final seja uma junção de composições e não uma soma de demonstrações técnicas individuais.

quanto a especialização ou alargar horizontes só posso lhe responder:
"deixa que sua veia musical o leve ,e não faça nada que não se sinta bem a fazer,pois música é dedicação e não obrigação"

boa sorte pra ti e no que precisar conta comigo.

grande abração
__________________
AVANTE !!! SEMPRE...
MANEIRO não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sex, 9 de Maio de 2008   #3
canas
 
Membro desde: 2-Jun-2006
Local: Braga
Mensagens: 232
canas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em brutocanas é uma jóia em bruto
Re: Polivalência vs Especialização

Concordo plenamente contigo e parece-me que estás na "fase resolvida" da tua carreira de baterista. Sabes o que queres e o que precisas. Eu estou a tentar chegar lá.


Destaco a tua frase:
Citação:
Mensagem Original de MANEIRO Ver Mensagem
ola´Canas .
"O IMPORTANTE NÃO É ESTUDAR 20 HORAS POR DIA O QUE JÁ SABEMOS , E SIM 15 MINUTOS BEM ESTUDADOS DAQUILO QUE NESCESSITAMOS"
Realmente é bem verdade mas é preciso lembrar que para compilar 15 minutos do que necessitamos precisamos de horas de reflexão ou ajuda específica de professores. O estudo torna-se mais eficiente com a maturidade "baterística"... acho eu.

O caminho faz-se andando.

Saudações
canas

P.S.: Maneiro tive o prazer de partilhar um palco contigo há muitos anos atrás na Guarda (estavas com Fadomorse) e fiquei de boca aberta... muito bom! O teu contributo musical e de hardware em Portugal ainda vai ser muito reconhecido. Parabéns
canas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sex, 9 de Maio de 2008   #4
Fabinni
 
Membro desde: 2-Jul-2006
Local: Cascais
Mensagens: 1.055
Fabinni é uma jóia em brutoFabinni é uma jóia em brutoFabinni é uma jóia em brutoFabinni é uma jóia em brutoFabinni é uma jóia em bruto
Re: Polivalência vs Especialização

Citação:
Mensagem Original de MANEIRO Ver Mensagem
ola´Canas .

hoje em dia é mais fácil achar bateristas mais especificos do que versáteis.
se for ver a maioria dos versáteis está inserida em banda de bailes e outra se resume em grandes bateristas nacionais que tem uma vertente musical mais abrangente (como o Frazão entre outros).

a maioria se especializa numa determinada área que mais gosta , seja qualquer o estilo, e dá "uns toques" em outros.
o unico "senão" é que passas a trabalhar somente dentro dessa área musical e passa a ser reconhecido por esse estilo musical, mas se é esse o objetivo ,é o melhor a fazer.

na outra gama temos os "free-lancers" (minha categoria) que se aprofundam em todo tipo de estilo musical e trabalham com os mesmos .
é muito mais complicado ,pois não é só tocar um pouquinho de cada coisa. tem que estudar e analisar bem tudo o que se pretende tocar ,pois cada estilo tem uma visão diferente,diferentes formas de pensamento, diferentes origens e critérios musicais.

as unicas diferenças em trabalho são que um baterista de estilo especifico vai arrumar sempre trabalho na àrea em que ele atua, enquanto os "free" se dispoem a todo tipo de trabalho (as vezes nem todos).

nenhuma das opções é melhor nem pior ,são apenas caminhos diferentes que vão dar ao mesmo fim que é "fazer música".

vamos morrer e não vamos saber tudo ,mas quanto mais soubermos melhor.

quanto ao estudo é sempre bom ter um plano do tipo:

- quais meus pontos fracos
- em que preciso melhorar
- onde quero chegar

estudar por estudar não leva a lado nenhum . tenha sempre em mente o "por que" está a estudar determinado exercicio e em que ele ira beneficiar no trabalho que faz.

"O IMPORTANTE NÃO É ESTUDAR 20 HORAS POR DIA O QUE JÁ SABEMOS , E SIM 15 MINUTOS BEM ESTUDADOS DAQUILO QUE NESCESSITAMOS"

quanto a escolha musical isso vem com tempo e pode calhar também de continuar a gostar e trabalhar com vários sem ter um definido.
tudo vai depender do caminho que pretende trilhar dentro da musica e seus objetivos .

qualquer que seja seu caminho, lembre-se sempre de estar a favor da música e somando para ela , e principalmente ,somando em "equipe" com os demais músicos ,pra que o resultado final seja uma junção de composições e não uma soma de demonstrações técnicas individuais.

quanto a especialização ou alargar horizontes só posso lhe responder:
"deixa que sua veia musical o leve ,e não faça nada que não se sinta bem a fazer,pois música é dedicação e não obrigação"

boa sorte pra ti e no que precisar conta comigo.

grande abração


NEm vale A pena Dizer mais nada --- tá tudo dito Aki !! muito bem !! nem mais !
__________________
www.myspace.com/fabio_afonso
Fabinni não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sex, 9 de Maio de 2008   #5
DeadsilentJoe
 
Membro desde: 26-Nov-2007
Local: Funchal
Mensagens: 38
DeadsilentJoe está no bom caminho
Re: Domínio da Técnica/Progressão na Carreira - Polivalência vs Especialização. Opine

Eu toco por instinto e sem grandes preocupações com o estilo, se alguém tocar jazz ou metal, eu meto lá a bateria, mesmo que alguém diga..epá e tal isso assim não é, e este gajo não sabe... Claro qeu aprender é sempre bom, e nos ultimos tempos tenho até me dedicado a aprender muito mais coisas do que nos anos todos em que toco, mas continuo principalmente a me recorrer do instinto. Se sou polivalente ou especialista, nem um nem outro, tento ser criativo..
DeadsilentJoe não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sex, 9 de Maio de 2008   #6
Grolubao
 
Membro desde: 18-Ago-2006
Local: Amesterdão
Mensagens: 1.791
Grolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixeGrolubao é mesmo fixe
Re: Domínio da Técnica/Progressão na Carreira - Polivalência vs Especialização. Opinem!

Depend muito do que pretendes na música. Em termos meramente profissionais, e se pretendes é ter mtos gigs, então claramente ser versátil é o mais importante. Por outro lado podes enveredar por um nicho, mas ai terás que ter conhecimentos que te levem a garantir gigs para esse estilo.

Se não queres ser profissional, é irrelevante...
Grolubao não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Resposta



Opções

Regras
Aqui não podes criar novos assuntos
Aqui não podes responder a mensagens
Aqui não podes colocar anexos
Aqui não podes editar as tuas mensagens

Código vB está Ligado
Smilies estão Ligados
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado
Escolher Fórum

Assuntos Semelhantes
Assunto Autor do Assunto Fórum Respostas Última Mensagem
[Entrevista] Lars Ulrich - Baterista de Metallica (Set 1999) Leodreammer Bateristas e Percussionistas 32 Ter, 18 de Maio de 2010 01:32
TESE: Contribuiçao do estudo de bateria para o desenvolvimento de habilidades psicomotoras andre_vg Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual") 7 Dom, 12 de Julho de 2009 03:46
PRATOS - História, Ligas e Métodos de Produção Gibraltar Pratos (Cymbals) 16 Sex, 27 de Fevereiro de 2009 16:30
[Entrevista] Nicko McBrain - Baterista de Iron Maiden Leodreammer Bateristas e Percussionistas 5 Dom, 15 de Fevereiro de 2009 18:40
Bombo, Buraco! Almofada! Peles emparelhadas! vitormlbrandao Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual") 8 Dom, 27 de Agosto de 2006 23:45



São agora 16:57. (horário GMT +1)


Design by: vithorius
Copyright ©2001 - 2020, Fórum BateristasPT.com
Powered by vBulletin®
Copyright ©2000 - 2020, Jelsoft Enterprises Ltd.
Gravatar as Default Avatar by 1e2.it