Voltar   BateristasPT.com > ENSAIO, APRENDIZAGEM E PARTILHA DE CONHECIMENTOS > Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual")
Página Principal Registar FAQ Membros Calendário Pesquisar Mensagens de Hoje Marcar Fóruns como Lidos

Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual") O local para debater aspectos técnicos sobre a bateria e percussão. Uma espécie de sala de aula conjunta online permanente! Rudimentos, Afinação, Exercícios, Postura, Prática, Truques, Esclarecimento de Dúvidas, Dicas e Partilha de Conhecimento! O verdadeiro Workshop Virtual!
ATENÇÃO: Não publiques divulgações/anúncios de concertos e/ou workshops nesta secção! Obrigado!


Resposta
Opções
Não lido Qui, 26 de Fevereiro de 2015   #1
knk
 
Membro desde: 30-Mai-2006
Local: Santarém
Mensagens: 176
knk será famoso em breveknk será famoso em breve
Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)



Ninguém fala, falo eu.

Vi o filme... como baterista notei imediatamente:
- as graves falhas de "sync" que nem os truques de câmara conseguem disfarçar;
- a ideia que passa é que tocar bateria é só ganhar velocidade e tocar depressa;
- a ÚLTIMA coisa que um baterista de nível académico tem são os graves problemas de "tempo" que demonstram os «bateristas» do filme;
- ninguém sangra da palma das mãos a tocar bateria...dos dedos ainda engolia a ideia... mas ninguém agarra numa baqueta como se agarra numa pá para cavar;

Passados 30min de filme pensei "tenho duas opções, ou saio da sala ao intervalo ou esqueço que sou baterista e deixo de prestar atenção aos pormenores técnicos porque isto é cinema...".
Fui para a segunda opção. GRANDE FILME!
Excelente argumento, ótima interpretação, uma honra para o instrumento!
Talvez falta de foco na exaustão de prática, dá a ideia que o baterista quer praticar 20h por dia mas passam poucos planos da imensidão do trabalho... ainda assim compreendemos a obsessão pela perfeição.

Bateria é isso. Música é isso. Uma paixão que nos faz mergulhar em nós mesmos.
Aquela sensação que quando estamos a tocar nada mais existe para além da música e do nosso instrumento, por mais «shit-osa» que a vida seja quando "saimos do palco". Lá "em cima" tudo se transforma.
__________________
Dinâmicas pessoal... dinâmicas!

Última edição de Madeira : Qua, 4 de Março de 2015 às 11:05. Razão: Adicionando imagem para ilustrar o artigo.
knk não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qui, 26 de Fevereiro de 2015   #2
vpsb
 
Membro desde: 24-Mai-2010
Local: lagos
Mensagens: 222
vpsb está no bom caminho
Re: Whiplash?

Citação:
Mensagem Original de knk Ver Mensagem
Ninguém fala, falo eu.

Vi o filme... como baterista notei imediatamente:
- as graves falhas de "sync" que nem os truques de câmara conseguem disfarçar;
- a ideia que passa é que tocar bateria é só ganhar velocidade e tocar depressa;
- a ÚLTIMA coisa que um baterista de nível académico tem são os graves problemas de "tempo" que demonstram os «bateristas» do filme;
- ninguém sangra da palma das mãos a tocar bateria...dos dedos ainda engolia a ideia... mas ninguém agarra numa baqueta como se agarra numa pá para cavar;

Passados 30min de filme pensei "tenho duas opções, ou saio da sala ao intervalo ou esqueço que sou baterista e deixo de prestar atenção aos pormenores técnicos porque isto é cinema...".
Fui para a segunda opção. GRANDE FILME!
Excelente argumento, ótima interpretação, uma honra para o instrumento!
Talvez falta de foco na exaustão de prática, dá a ideia que o baterista quer praticar 20h por dia mas passam poucos planos da imensidão do trabalho... ainda assim compreendemos a obsessão pela perfeição.

Bateria é isso. Música é isso. Uma paixão que nos faz mergulhar em nós mesmos.
Aquela sensação que quando estamos a tocar nada mais existe para além da música e do nosso instrumento, por mais «shit-osa» que a vida seja quando "saimos do palco". Lá "em cima" tudo se transforma.
Já vi duas vezes e adorei. Sendo baterista, este filme é para mim um dos melhores que já vi. Fiquei com algumas impressões negativas como as que mencionas-te mas são compensadas pela historia e argumento. É um filme bastante intenso, daqueles em que se fica completamente colado ao ecrã, especialmente nos últimos 15 minutos.

Tenho apenas algumas questões relativamente a esses pontos que mencionas-te. Falando agora em bateristas "a serio": Qual é o nível de um baterista académico? Será comparável aos bateristas do filme?
Quantos dos bateristas do filme são mesmo bateristas? Não me parece que o ator principal tenha capacidades de tocar aquilo tudo. Quem quer que tenha sido, só tenho a dizer que adorei a banda sonora.
__________________

live to drum
drum to live
vpsb não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qui, 26 de Fevereiro de 2015   #3
knk
 
Membro desde: 30-Mai-2006
Local: Santarém
Mensagens: 176
knk será famoso em breveknk será famoso em breve
Re: Whiplash?

O nível de um baterista académico?
No filme o gajo conta "1,2,3,4" eles começam a tocar abusadamente fora de tempo - percebe-se a ideia porque qualquer pessoa tem de notar na sala de cinema que os gajos estão fora.
Já que o filme se passa nos EUA, aproveita e vê no youtube o que são miudas de 13 anos com uma tarola e um par de baquetas num conservatório americano... o prof diz 147 bpm e elas começam a tocar com uma margem de erro imperceptível em termos de tempo.
__________________
Dinâmicas pessoal... dinâmicas!
knk não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qui, 26 de Fevereiro de 2015   #4
vpsb
 
Membro desde: 24-Mai-2010
Local: lagos
Mensagens: 222
vpsb está no bom caminho
Re: Whiplash?

Citação:
Mensagem Original de knk Ver Mensagem
O nível de um baterista académico?
No filme o gajo conta "1,2,3,4" eles começam a tocar abusadamente fora de tempo - percebe-se a ideia porque qualquer pessoa tem de notar na sala de cinema que os gajos estão fora.
Já que o filme se passa nos EUA, aproveita e vê no youtube o que são miudas de 13 anos com uma tarola e um par de baquetas num conservatório americano... o prof diz 147 bpm e elas começam a tocar com uma margem de erro imperceptível em termos de tempo.
Depois de ver uns videos, agora pensado bem, realmente tens razão. Não tem comparação.
Ainda assim, não deixa de ser um bom filme.
__________________

live to drum
drum to live
vpsb não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sex, 27 de Fevereiro de 2015   #5
DumDumDa!
 
Membro desde: 30-Out-2008
Local: Vila Nova de Gaia
Mensagens: 327
DumDumDa! será famoso em breve
Re: Whiplash?

Citação:
Mensagem Original de vpsb Ver Mensagem
Quantos dos bateristas do filme são mesmo bateristas? Não me parece que o ator principal tenha capacidades de tocar aquilo tudo. Quem quer que tenha sido, só tenho a dizer que adorei a banda sonora.
Sim, são, inclusive o Próprio Milles Teller, assim como o Nate Lang. Segundo o IMDB: "all of Andrew's drumming were performed by Miles Teller himself to pre-recorded tracks. About 40% of Teller's drumming was used in the soundtrack.".

Não vejo assim tão graves problemas de tempo, e tem de facto falhas de sync, mas no geral acho que até está um bom trabalho. Isto não é um fim de instrução nem um documentário.. é um filme. E está um muito bom filme.
DumDumDa! não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sex, 27 de Fevereiro de 2015   #6
Campos
 
Membro desde: 17-Fev-2008
Local: Oliveira de Azeméis/Caldas da Rainha
Mensagens: 1.135
Campos é mesmo fixeCampos é mesmo fixeCampos é mesmo fixeCampos é mesmo fixeCampos é mesmo fixeCampos é mesmo fixeCampos é mesmo fixe
Re: Whiplash?

Citação:
Mensagem Original de DumDumDa! Ver Mensagem
Isto não é um fim de instrução nem um documentário.. é um filme. E está um muito bom filme.
Foi mesmo o que pensei. É um filme, é suposto ter um bocadinho de ficção

Mas sim, é um filme impecável. Principalmente nas bocas que usam, como "os bateristas ficam aqui a praticar, os músicos se quiserem podem ir beber um café" , o facto de terem sempre 2 bateristas, se um não servir há sempre outro..etc. E para mim terem retratado o facto de no jantar a família ter dado muito mais valor aos outros filhos do que a ele foi fantástico.

Em termos de argumento, acho que a cena dele com a namorada era completamente excusada, já que foi ele que quis ir atrás dela e depois ele é que acabou tudo porque "não teria tempo para ela". Podiam ter dado mais ênfase à parte prática (sem abuso de sangue, só com as bolhas normais até ganhar calo), repetindo mais planos de rudimentos e etc sem terem posto esta "fase romântica". Foi mesmo para abranger mais público

E o final foi incrível! Em termos de "desenrascanço" não há dúvidas que o baterista é sempre o melhor!

__________________
"Um baterista no estrangeiro pode dizer para uma gaja: Can I Crash your VaChina?"
Campos não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Dom, 1 de Março de 2015   #7
Marcelo gomes
 
Membro desde: 15-Mar-2014
Local: oliveira de azemeis
Mensagens: 12
Marcelo gomes é uma quantidade desconhecida por enquanto
Re: Whiplash?

tbm vi o filme e adorei apesar de alguns erros o tema foi bem abordado e o objetivo foi cumprido
Marcelo gomes não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 3 de Março de 2015   #8
Madeira
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Portimão
Mensagens: 7.606
Madeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luz
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Citação:
Mensagem Original de knk Ver Mensagem
Ninguém fala, falo eu.
Com efeito, ainda ninguém tinha iniciado o debate do filme aqui no fórum...

Citação:
Mensagem Original de knk Ver Mensagem
Passados 30min de filme pensei "tenho duas opções, ou saio da sala ao intervalo ou esqueço que sou baterista e deixo de prestar atenção aos pormenores técnicos porque isto é cinema...".
Fui para a segunda opção. GRANDE FILME!
Acho que tomaste a decisão correta. Não vale a pena exigir assim tanto de Hollywood! Fazem alguns sonhos tornar-se (quase) realidade, mas a realidade é e sempre será a realidade.

O pessoal meu amigo que não percebe assim quase nada de bateria (pelo menos as questões técnicas a que um músico de eleição está sujeito), diz-me que ficam com uma ideia completamente diferente do que é ser-se um músico que tem que estar "no ponto" para estar à altura das exigências.

Acho que pelo menos essa parte (a luta interna) passa, e isso é tremendamente positivo.

De qualquer das maneiras, se considerarmos este como o primeiro grande filme intrinsecamente "técnico" sobre parte daquilo que é necessário fazer-se para se chegar "lá", acho que todos os outros filmes que abordem esta temática só poderão ser melhores.
__________________
- Se precisares de contactar um Membro da Equipa de Gestão, clica aqui.
- Antes de abrires um assunto novo, usa o sistema de pesquisas.
> Queres apoiar este fórum? Clica aqui e participa! <
Madeira não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 3 de Março de 2015   #9
Miguel Martinho
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Bobadela/Lisboa
Mensagens: 7.215
Miguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luz
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Não vi o filme nem tenho grande vontade de ver depois de ver os traillers.
Música para mim não é aquilo e tocar bateria não anda à volta de ser perfeito, praticar o dia todo e colocar a questão técnica acima do divertimento de tocar.

Mas como não vi o filme, posso estar enganado.

No entanto, li uma entrevista ao Peter Erskine que diz isto:

Citação:
I’m disappointed that any viewer of the film will not see the joy of music-making that’s almost always a part of large-ensemble rehearsals and performances. Musicians make music because they LOVE music. None of that is really apparent in the film, in my opinion.
Also: if someone wants to test my ability to play a tempo: give me 4 beats, not just two — YOU don’t even know the tempo with that kind of a count-off, Mr. Band Director.
Na prática, reforça aquilo que vi nos trailers.
__________________
Baquetas BateristasPT-Missom
Miguel Martinho não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Março de 2015   #10
LAB
 
Membro desde: 12-Dez-2008
Local: lisboa
Mensagens: 12
LAB está no bom caminho
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Boas,

Se pensarem em diversas profissões que são retradas em filmes raramente vão encontrar mais do que pequenas semelhanças entre a realidade e a ficção. Acredito que os astronautas não se sentem fielmente retratados nos milhares filmes sobre o espaço. No meu caso que sou arquitecto existem bastantes filmes que abordam a profissão. dando a ideia que um arquitecto passa o dia a fazer perspectivas e a "criar" edifícios numa imagem de artista sonhador, quando na realidade é um trabalho bastante técnico e exige bastante dedicação e poucas são as alturas em que é realmente criativo. Com isto quero dizer que não nos devemos centrar demasiado no realismo do retrato do filme em relação ao que é ser musico e no caso baterista, mas antes numa boa história ( ou não) bem contada.

Tenho ouvido e lido bastantes criticas por parte de bateristas e pessoas relacionadas com a área sem terem a perspectiva que isto sempre aconteceu com todas as actividades.
LAB não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Março de 2015   #11
knk
 
Membro desde: 30-Mai-2006
Local: Santarém
Mensagens: 176
knk será famoso em breveknk será famoso em breve
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Citação:
Mensagem Original de LAB Ver Mensagem
Boas,
dando a ideia que um arquitecto passa o dia a fazer perspectivas e a "criar" edifícios numa imagem de artista sonhador, quando na realidade é um trabalho bastante técnico
Como os papéis se invertem... nos filmes do "arquitecto" a profissão sob uma perspectiva artística, no caso do Whiplash o baterista é metódico e mecânico, com pouco de artista... curioso! :D

Mas também a ideia do filme é muito mais do que "musica" ou "bateria", é uma questão mais de - enter: linguagem motivacional do séc.xxi - ultrapassarmos os nossos limites e querermos ser os «Renaldes» naquilo que fazemos
__________________
Dinâmicas pessoal... dinâmicas!
knk não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Março de 2015   #12
Madeira
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Portimão
Mensagens: 7.606
Madeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luz
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Citação:
Mensagem Original de knk Ver Mensagem
Mas também a ideia do filme é muito mais do que "musica" ou "bateria", é uma questão mais de - enter: linguagem motivacional do séc.xxi - ultrapassarmos os nossos limites e querermos ser os «Renaldes» naquilo que fazemos
Sem dúvida alguma, é isso.
__________________
- Se precisares de contactar um Membro da Equipa de Gestão, clica aqui.
- Antes de abrires um assunto novo, usa o sistema de pesquisas.
> Queres apoiar este fórum? Clica aqui e participa! <
Madeira não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Março de 2015   #13
LAB
 
Membro desde: 12-Dez-2008
Local: lisboa
Mensagens: 12
LAB está no bom caminho
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Citação:
Mensagem Original de Madeira Ver Mensagem
Sem dúvida alguma, é isso.
ok. nesse aspecto estou de acordo ( a questão dos "Renaldes"..lol). O que não concordo é que se espere que um filme seja fiel a qualquer profissão (até pode ser).
LAB não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Março de 2015   #14
Miguel Martinho
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Bobadela/Lisboa
Mensagens: 7.215
Miguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luz
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Sim, acredito que para o caso seja indiferente a profissão que está a servir de base.
Mas como a bateria me toca pessoalmente, se calhar preferia ver a mesma história mas cuja profissão fosse ladrilhador - é que como não percebo nada disso, concentrava-me só na história
__________________
Baquetas BateristasPT-Missom
Miguel Martinho não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Março de 2015   #15
LAB
 
Membro desde: 12-Dez-2008
Local: lisboa
Mensagens: 12
LAB está no bom caminho
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Citação:
Mensagem Original de Miguel Martinho Ver Mensagem
Sim, acredito que para o caso seja indiferente a profissão que está a servir de base.
Mas como a bateria me toca pessoalmente, se calhar preferia ver a mesma história mas cuja profissão fosse ladrilhador - é que como não percebo nada disso, concentrava-me só na história
Pois provavelmente é isso... Posso-te dizer que o meu professor de bateria ficou completamente indignado com o filme e revoltado com a imagem que se dava do ensino deste instrumento. Acho que se passo o mm com ele que contigo, provavelmente não estão habituados a que seja retratada a vossa profissão num filme.

abc
LAB não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Março de 2015   #16
Madeira
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Portimão
Mensagens: 7.606
Madeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luzMadeira é um glorioso foco de luz
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Citação:
Mensagem Original de Miguel Martinho Ver Mensagem
se calhar preferia ver a mesma história mas cuja profissão fosse ladrilhador - é que como não percebo nada disso, concentrava-me só na história
Lolíssimo da Silva!
Com efeito, um filme sobre a relação de um aprendiz de ladrilhador com o seu professor, daria um autêntico 'blockbuster'... eheheh...


Citação:
Mensagem Original de LAB Ver Mensagem
Posso-te dizer que o meu professor de bateria ficou completamente indignado com o filme e revoltado com a imagem que se dava do ensino deste instrumento. Acho que se passo o mm com ele que contigo, provavelmente não estão habituados a que seja retratada a vossa profissão num filme.
E tem toda a razão para isso. A figura do professor no filme é extrema.

A minha profissão anda em torno dos computadores, e também ainda não vi um filme sobre informática em que os personagens não fossem retratados como 'ácaros' / 'crackers' / gordos / preguiçosos / etc...
__________________
- Se precisares de contactar um Membro da Equipa de Gestão, clica aqui.
- Antes de abrires um assunto novo, usa o sistema de pesquisas.
> Queres apoiar este fórum? Clica aqui e participa! <
Madeira não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Março de 2015   #17
LAB
 
Membro desde: 12-Dez-2008
Local: lisboa
Mensagens: 12
LAB está no bom caminho
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Citação:
Mensagem Original de Madeira Ver Mensagem
Lolíssimo da Silva!
Com efeito, um filme sobre a relação de um aprendiz de ladrilhador com o seu professor, daria um autêntico 'blockbuster'... eheheh...



E tem toda a razão para isso. A figura do professor no filme é extrema.

A minha profissão anda em torno dos computadores, e também ainda não vi um filme sobre informática em que os personagens não fossem retratados como 'ácaros' / 'crackers' / gordos / preguiçosos / etc...
Eu já vi alguns filmes em que os informáticos são retratados como pessoas pouco sociáveis, com óculos tipo fundo de garrafa, sempre metidos em casa e sem amigos, uma espécie "nerds", com uma conotação depressiativa, estereotipando as pessoas pelas suas actividades, e como sabes isto não é bem verdade. Voltando ao filme em questão, acho que se passa um pouco o mesmo.
LAB não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qui, 12 de Março de 2015   #18
NoisivisioN
 
Membro desde: 17-Nov-2010
Local: Al mahada
Mensagens: 50
NoisivisioN está no bom caminho
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

Achei o filme com cenas muito forçadas e algumas pontas soltas...a acção dalgumas situações é de rir .... o prof. tanto está furioso e expulsa alunos como tem uma paciencia do catano para o baterista acertar o passo e repete repete repete .. n me fascinou nenhum dos personagens e nem vou falar dos aspectos técnicos pois é sempre difícil representar playback de instrumentos .... n achei o argumento cativante e a situação final das intenções do prof no concerto supostamente para acrescentar interesse fez me rir ..... tem uma banda sonora excelente mas não lhe dava a classificação que tem ....nem de longe.
NoisivisioN não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 31 de Março de 2015   #19
enes

 
Membro desde: 8-Fev-2008
Local: esposende/ caracas VEN
Mensagens: 3.911
enes é um glorioso foco de luzenes é um glorioso foco de luzenes é um glorioso foco de luzenes é um glorioso foco de luzenes é um glorioso foco de luzenes é um glorioso foco de luzenes é um glorioso foco de luzenes é um glorioso foco de luzenes é um glorioso foco de luzenes é um glorioso foco de luzenes é um glorioso foco de luz
Re: Apreciação do filme sobre bateria, música e percussão Whiplash (Nos Limites)

eu adorei o filme em todas as perspectivas....

sim , verdade que ha umas falhas, mas no geral, e um filme que demostra tudo aquilo que se passa na vida de um baterista.

as bolhas nas maos ?
quem nunca tive ?
ate digo mais... nao so bolhas como bater com os cotos nos aros !!!
sangue nas peles da bateria ?
sempre....

quem nunca perdeu minutos, horas, noites, dias, ate meses para tocarmos aquele fill, aquela parte da musica ( nao interessa que musica ) ?
quem nunca se levantou da bateria mandando F-der tudo e todos ( ate ele proprio ) com a raiva de nao alcancar o que pretende ?
quem nunca atirou com as baquetas ao chao ate respirar bem fundo e voltar a sentarse no banco da bateria ?
quem nunca escutou a musica vezes e vezes e vezes ate entrar o pormenor na sua cabeca ?
quem nunca perdeu sabados e domingos , ou dias de folga sentado na bateria em vez de sair com os amigos ?

por vezes as bofetadas nao veem do professor... mas sim de ti proprio.

uma historia que se passou comigo enquanto baterista adolescente...

- estavamos todos a ensaiar e nao acertava com a mudanca de tempo... fazer o fill e entrar nesse tempo...
epah ! os meus colegas estavam todos nervosos por eu nao conseguir... o vocalista sempre a dizer voltamos a repetir..... outra vez... mais uma... que nervos !!!
estavamos todos num ambiente pesado ate que pensei para mim...
- se nao consigo desta e que o vocalista me diga alguma coisa atiro as baquetas aos seus cornos !!!
falhei, nao consegui e mal o vocalista abriu a boca teve que se baixar porque as baquetas ja iam voando por cima da sua cabeca....

ambiente pesadissimo, fomos todos para fora respirar..

naquele dia nao toquei mais na bateria, nem o resto do pessoal nos intrumentos...
mas aquilo nao me saiu da cabeca....
com tempo, calma e dedicacao consegui , as repeticoes foram tantas que fui eu mesmo que disse a malta para ensaiarmos outra vez aquela musica das baquetas voadoras...
a malta riu-se e num ambiente descontraido conseguimos toca-la a primeira.

no geral isto me fez relembrar muita coisa....
dedicacao ao instrument

digo mais...

pena que nao haja mais professores como aquele..
__________________
nop... nada... rien... niente... napa de assinatura.
enes não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Resposta



Opções

Regras
Aqui não podes criar novos assuntos
Aqui não podes responder a mensagens
Aqui não podes colocar anexos
Aqui não podes editar as tuas mensagens

Código vB está Ligado
Smilies estão Ligados
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado
Escolher Fórum

Assuntos Semelhantes
Assunto Autor do Assunto Fórum Respostas Última Mensagem
Dúvida - Ouvir música nos phones AlesisDM6? adfgdrums Baterias Electrónicas 15 Seg, 3 de Janeiro de 2011 15:00
APRECIAÇÃO: "Drumhead" - Uma nova revista sobre Baterias que descobri à venda em Portugal. VmsR Hardware, Acessórios e Equipamentos 3 Ter, 25 de Setembro de 2007 09:34
APRECIAÇÃO: Metallica tocam em Berlin uma musica do novo album! (Jun 2006) drummer-maniac Bandas e Música em geral 31 Seg, 18 de Junho de 2007 19:56
Revista Batera - Site da revista brasileira sobre bateria e percussão Black_Wolf Som, Acústica, Software e Sites de internet 6 Qui, 29 de Junho de 2006 18:40
APRECIAÇÃO: Fotos da NAMM 2006 (Feira da música na Califórnia, EUA) drstick Concertos, Exposições e Eventos (geral) 3 Qui, 6 de Abril de 2006 01:16



São agora 04:02. (horário GMT +1)


Design by: vithorius
Copyright ©2001 - 2018, Fórum BateristasPT.com
Powered by vBulletin®
Copyright ©2000 - 2018, Jelsoft Enterprises Ltd.
Gravatar as Default Avatar by 1e2.it