Voltar   BateristasPT.com > OS MÚSICOS E A MÚSICA QUE NOS 'TOCA' > Bateristas e Percussionistas
Página Principal Registar FAQ Membros Calendário Pesquisar Mensagens de Hoje Marcar Fóruns como Lidos

Bateristas e Percussionistas Espaço para falarem sobre os vossos bateristas e percussionistas preferidos


Resposta
Opções
Não lido Qua, 28 de Maio de 2008   #1
paul luis
 
Membro desde: 5-Mar-2007
Local: gaia
Mensagens: 700
paul luis é uma jóia em brutopaul luis é uma jóia em brutopaul luis é uma jóia em bruto
[Entrevista] Diogo - baterista de Sugarleaf

Paul: Boa noite Diogo.
Diogo: Olá viva!

Paul: Bem vou começar por uma pergunta simples. Desde já parabéns pelo teu projecto com os sugarleaf.
Diogo: Obrigado!

Paul: Bem vamos lá começar. De onde veio o teu interesse em ralação á bateria? Por iniciativa própria, amigos ou alguma influência em particular?


Diogo: Quando tinha 10 anos os meus pais quiseram que eu começasse a tocar um instrumento. Escolhi a bateria por iniciativa própria, sem conhecimento de causa praticamente nenhum.


Paul: Á quanto tempo tocas?


Diogo: À dez anos.


Paul: Como é composto o teu kit, tanto em estúdio como ao vivo?


Diogo: O meu Kit varia de situação para situação, de contexto para contexto. Se estou a tocar com sugarleaf uso bombo 20", toms 10", 12", 14", tarola 14", crash's 16", 18" e 20", ride 22", hihat 14" e splash 10". Em estúdio tende a ser mais completo, com mais vozes e mais uma tarola. Se toco com outros projectos costumo aligeirar a coisa para um kit básico com bombo, tarola, dois toms de 10" e 14" e apenas um crash, um ride e um hihat, o típico kit de jazz.

Paul: Porquê essas opções?
Gosto de tornar o meu kit o mais versátil possível, obtendo várias vozes e ter a possibilidade de criar texturas distintas. Para mim é essencial a vertente melódica do instrumento, daí usar crash's de diferentes dimensões, ao invés de me cingir a um timbre.
Em estúdio as possibilidades são maiores devido à natureza da situação, por isso procuro complexar um pouco a coisa, mas sempre com a melodia como objectivo. De vez em quando reduzo dramaticamente as opções que tenho para descobrir novas possibilidades tímbricas.

Paul: Como surgiu o projecto dos sugarleaf?


Diogo: Surgiu em 2004 quando o David (vocalista) quis formar uma banda para tocar algumas canções que já tinha composto. Conheceu o Tiago (guitarrista) através de um amigo comum e posteriormente o Tiago pediu ao professor de bateria e de baixo da escola de música onde ele, eu e o Samuel (baixista) estudávamos, para referenciar um baterista e baixista respectivamente. E foi assim, eu e o Samuel fomos os "eleitos" e no dia 1 de Dezembro de 2004 juntámo-nos todos para tocar. Não nos preocupámos demais em falar, tocámos a noite toda como se nos conhecêssemos à anos. Aconteceu tudo com muita naturalidade.


Paul: Podias agora descrever o trabalho que tens tido com a tua banda e o percurso dela ate ao presente?


Diogo: O percurso tem sido repleto de altos e baixos. Neste momento o single Everything is so Confusing está a rodar nas rádios e na MTV, o que é muito bom! Tudo o que nos tem acontecido é resultado de um trabalho contínuo e persistente. Nunca baixámos os braços, mesmo nos momentos mais difíceis.


Paul: e que estão a pensar fazer no futuro?


Diogo: Continuar a materializar a música que nos vai na cabeça, tocar ao vivo, gravar mais discos mas sobretudo continuarmos a divertirmo-nos com aquilo que fazemos. Temos imensos projectos mas cada coisa leva o seu tempo a acontecer, e é preciso paciência.


Paul: em média quantas horas por semana praticam a solo? e com a tua banda?


Diogo: Com a banda ensaiamos regularmente, e "jamamos" muito também. A solo, pratico em média 2 horas por dia. Os estudos não permitem mais...


Paul: praticas exercícios para bateria frequentemente?


Diogo: Sim, procuro sempre desafios novos.


Paul: e o que podemos esperar da banda para 2008?


Diogo: Muita energia em palco, muito rock, e a participação especial de um saxofone!

Paul: bem obrigado pela tua disponibilidade para esta entrevista. e boa sorte para o futuro.


Diogo: Obrigado eu pelo interesse demonstrado. É sempre um prazer. Um abraço e boa música!
Imagem Anexada
File Type: jpg GetAttachment.jpg (16,4 KB, 10 leituras)
File Type: jpg GetAttachmentm.jpg (13,5 KB, 10 leituras)
File Type: jpg 3668_small.jpg (64,8 KB, 11 leituras)
paul luis não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Resposta



Opções

Regras
Aqui não podes criar novos assuntos
Aqui não podes responder a mensagens
Aqui não podes colocar anexos
Aqui não podes editar as tuas mensagens

Código vB está Ligado
Smilies estão Ligados
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado
Escolher Fórum

Assuntos Semelhantes
Assunto Autor do Assunto Fórum Respostas Última Mensagem
O fim da alta fidelidade Sixxen Bandas e Música em geral 36 Qua, 15 de Abril de 2015 09:49
ALERTA: Parece que os problemas com a marca RF Drums estão longe de estar terminados... LEONEL RODRIGUES Baterias Acústicas 177 Qui, 28 de Março de 2013 20:46
microfones, as aplicaçoens e variedades. Ricardo Amaro Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual") 7 Ter, 15 de Fevereiro de 2011 19:42



São agora 06:59. (horário GMT +1)


Design by: vithorius
Copyright ©2001 - 2020, Fórum BateristasPT.com
Powered by vBulletin®
Copyright ©2000 - 2020, Jelsoft Enterprises Ltd.
Gravatar as Default Avatar by 1e2.it