Voltar   BateristasPT.com > OS MÚSICOS E A MÚSICA QUE NOS 'TOCA' > Bateristas e Percussionistas
Página Principal Registar FAQ Membros Calendário Pesquisar Mensagens de Hoje Marcar Fóruns como Lidos

Bateristas e Percussionistas Espaço para falarem sobre os vossos bateristas e percussionistas preferidos


Resposta
Opções
Não lido Seg, 18 de Setembro de 2006   #1
Leodreammer
 
Membro desde: 28-Jun-2006
Local: Faro
Mensagens: 951
Leodreammer está no bom caminho
[Entrevista] Lars Ulrich - Baterista de Metallica (Set 1999)

Ora cá vai uma entrevista feita em Setembro de 99 com o tamaísta de gema :Lars Ulrich!



Intro:
A julgar pela afluência e entusiasmo do publico,está mais que claro que Metallica continua o grupo preferido de numerosos aficionados do metal,um valor seguro aqual a ultima geração de adolescentes se reconhece também.De fora de todo o tipo de moda ou polémica,a banda de Lars Ulrich ficou fiel a sua conduta :Poder,energia e sinceridade.Enquantos uns tentam ter fama a base do pearcing,Metallica aplica a receita: um bom rock,bem pesado e destemido com um coração do tamanho do mundo.Mas o futuro devia reservar no entanto algumas surpresas,Lars e os seus,neste fim de milénio(de século XX) estão a dois dedos de uma nova era.O baterista abre-se para nós numa conversa intima e partilha com nós as suas interrogações,aquelas de um homem que se aproxima da casa dos quarenta,volta sobre o seu passado e interroga-se sobre o futuro.


Habitualmente quando uma banda faz uma digressão é para promover um álbum,ora vocês não saíram nada e o ultimo disco era um álbum de covers!
Lars-De facto trata-se do fim da ultima digressão.Varias datas europeias tinham sido canceladas devido ao nascimento do bebé do Jamas Hetfield,e tomamos a decisão de passar para este ano.No futuro,tentaremos sair álbuns mais regularmente,todos os anos ou ano e meio,e talvez fazer tornes mais curtas,jamais juntar sistematicamente um álbum á uma grande digressão mas sim pequenas tornes entre dois álbuns.

Podemos falar já do próximo álbum e de datas?
Lars-Nós não tomamos ainda uma decisão,é muito provável que saia um no Outono,relacionado com um concerto dado com uma orquesta sinfonica de san Francisco.Mas ainda não tive a oportunidade de ouvir as faixas,vou fazé-lo no final da digressão: se soar bem e corresponder á alguma coisa que tenhamos vontade de partilhar com os nos fãs,sairá em Novembro.Mas Bob Rock(produtor dos metallica)já o ouviu e disse-nos que estava extraordinário.A priori ,confio nele.

Podemos ter a liberdade de pensar que haverá “cordas” no vosso próximo álbum estúdio?
Lars-Hum..talvez.Está longe de ser produzido,ainda não pensei nesse futuro álbum,mas unicamente aos”sinfónicos”.Faz-me a mesma pergunta no próximo ano..No entanto,penso muito sinceramente que já fizemos suficientemente de “musicas inglesas”a base de bluse com riffs de guitarra á Led Zeppelin,deep Purple,Ac/Dc e bateria simplista,já fizemos o suficiente e não temos que acrescentar nada nesse capitulo.O próximo álbum studio será,uma vez mais algo totalmente inovador.Ainda é muito cedo para se saber naquilo que soará.O james e eu iremos começar a escrever juntos em Janeiro,veremos o que irá dar.Mas,penso que será forte,pesado e muito agressivo.Pela primeira vez,gostaria de utilizar sequenciadores e samplers,rítmicas fora da bateria e talvez fazer uns patternes mais pró selvagem!Portanto deverá haver “cordas” e se calhar outras coisas..vamos esperar!

Já começaste a treinar-te, trabalhar sobre breaks e patterns ?
Lars- De maneira nehuma,não é assim que funciono..só me concentro nas datas previstas.Não sou do tipo a fazer musicas durante os meus tempos livres.quando estamos em digressão:tocamos,quando não o estamos..é descanso,quando é altura de promover: promovemos.Não misturo as coisas,com os Metallica cada actividade tem o seu tempo,não podemos fazer tudo em simultaneo!

Interessas-te por outros estilos musicais?
Lars- não posso dar exemplos precisos.Quando começas a reflectir num futuro álbum,reages de modo diferente as musicas que ouves.Poderia estar-te a enganar e citar nomes ressonantes que ficam bem a qualquer um mencionar,mas não é o meu tipo.A semana passada por exemplo,estive a ouvir um velho álbum de Alice in chain,adoro regressar aos discos que ouvi milhares de vezes e descobrir novas coisas,não ouço da mesma maneira um disco hoje, de há 1 anos atrás.Ouço bastante jazz de há 2 anos para cá mas não quer dizer que me vou tomar por elvis Jones(risos).há algumas coisas no hard rock actual que me agradam bastante,e de todas essas novas ondas,Rage against the machine é de longe a banda mais interessante,é o meu preferido neste momento.Não gosto lá muito de Korn,Limp biskit e bandas do género… Rage é algo de mais profundo!

Aconteçe-te algumas vezes brincar com outros bateristas?
Lars-Só mesmo se estiver com tédio de cair pró lado.Fumar ganzas e martelar na bateria com a malta já não é da minha idade.Fora dos Metallica não existe muitos projectos que me interessam.Um realizador de cinema dinamarquês que eu respecto bastante,pediu-me para tocar num dos seus filmes,ora aí está uma ideia que me dá pica!

Improvisas muitas vezes nos concertos,retocar os discos tal como são, não faz o teu género..
Lars- O que me agrada nas digressões,é que tocas musicas que já tocaste milhentas vezes e no entanto consegues sempre ter e aplicar ideias novas por cima!!Se for uma que gravei há 16 anos,achas que deveria retocar a mesma coisa cada vez que tenho que as tocar(risada)!?Em 85,tocávamos de uma determinada maneira porque era assim que fazia sentido para nós nessa época,isto não quer dizer que tenhamos que reproduzir tudo fielmente de uma ponta a outra hoje em dia..

Já andam junto há bastante tempo,qual é o ambiente que se vive no seio do grupo actualmente?
Lars-Musicalmente e enquanto homens,sentimo-nos bastante mais unidos.Hoje,
juntamo-nos muito mais vezes que antigamente.Existem menos fricções quotidianas que nas digressões anteriores.Todos,e particularmente eu e o james estamos na mesma onda.O que se ressente evidentemente de forma positiva quando actuamos ao vivo.Estamos também muito mais perto fisicamente em cena,não ficamos a 15 metros uns dos outros,nem comunicamos através de intercomunicadores(risada).

Tens um exelente Tempo(bpm´s) em toda a duração do show,mesmo quando tocas semi-colcheias rápidas nos 2 bombos até quando o publico canta fora do Tempo!
Lars- O meu tempo tornou-se bem melhor com o passar dos anos,realizar álbuns ao “click” com o nosso produtor também contribui.Mas é também devido ao facto de tocar 150 concertos por ano.Esta digressão, é a primeira em que faço uso dos phones,ajuda-me a ter um maior controle,de ter o som dentre de mim em vez de ouvi-lo a 2 ou 3 metros,é como se eu estivesse em estúdio.Os phones deram-me mais confiança.Naquilo que te referes do “tempo”,outros aquale a suas opiniões contam bastante, disseram-me exactamente o mesmo na digressão.Antigamente,acontecia que perdia mais energia ou controlo mas jamais me aconteceria o mesmo com este sistema.Viro-me cada vez mais para um jogo bateristico simples e mais baseado no groove,e do nada tornei-me mais estável nas malhas mais rápidas..

Continuas fascinado com o uso dos dois bombos?
Lars-(longa reflexão)Hum…sim,acredito que sim.Mal utilizado gosto menos.Seria no entanto interessante de ver naquilo que irão dar nas novas musicas,questiono-me frequentemente sobre quais serão os espaços onde poderei aplica-los e esse tipo de coisas..

Ao vivo nunca recorres a triggers,preferes o som natural sabendo dos seus contras em Live?
Lars- Toco 100% acústico ,estou convencido que o som deve ser diferente ao vivo.Acredito na musica orgânica tocada por seres humanos.As velhas canções não soam igual aos discos?Optimo,felizmente!O disco tem 15 anos e não somos nehumas maquinas.Aos meus olhos,é aí que reside a beldade da musica, e é isso que a rende tão preciosa,ela é simplesmente diferente a cada concerto.Por vezes o Jason(Newsted)diz-me que tal musica estava bastante rapida naquela noite,não é grave,faz parte da cena!
Nesse tipo de digressão,a rotina é o elemento pela qual luto mais.As vezes roço o aborrecimento e tenho a necessidade de experimentar novos planos.è claro,não resulta sempre e os outros ficam lixados comingo,mas é necessário procurar o equilíbrio entre os dois extremos.Sou aquele que se altera mais na banda.Posso modificar o repertório 5 minutos antes de subirmos ao palco.Um lança uma frase do tipo”devíamos ensaiar tal musica antes de entrar para a arena e eu digo-lhe simplesmente que o iremos ensaiar no concerto(risada),em publico.eles querem repetir sempre as musicas antes da hora H,somos um pouco diferentes nesse aspecto,a chegada encontramos um meio termos e resolve-se o dilema.

Assisti a tua preparação no teu camarote,fazem-te massagens nos braços,umas flexões,abdominais mas não te vi a tocares nas baquetas porquê?
Lars-Posso-te garantir que é a primeira intervista que dou a conhecer esse aspecto da minha intimidade,ah ah!Os outros membros da banda tem uma certa rotina preparatória.Kirk faz 45 minutos de yoga,Jason engola todos os seus cocktails vitaminados,eu,não tenho necesidade de me isolar para meditar uma hora. 10 minutos antes de interagir com o publiquo,enfio-me nos meus calções,sapatilhas,faço o que viste e vou pra vida!

Preocupas-te com a tua forma física..mas já estudaste a ergonomia do teu set,que é quase o mesmo faz um tempo?
Lars-Quando tinha 4 toms médios,o meu tripé de pratos de choque estava um pouco afastado,agora que fiquei só com 2 médios,ficou mais ao meu alcance.O mais importante na bateria é o equilíbrio.Só me apercebi disso quando experimentei tocar unicamente com os 2 toms,tinha maior equilíbrio e um melhor tempo.Antigamente,era hábito de trocar de bateria a cada digressão,aos 24 anos alinhamos e achamos graça,mas agora já não tem nenhuma importância para mim.Sinto-me a vontade com o que tenho e não sinto necessidade de mudar seja o que for.

Quando tocamos em dois bombo durante 20 anos,deve ser meio esquisito ficar atrás de um set de 4 peças..
Lars- Não,acontece-me muitas vezes de tocar no estúdio em sets básicos para certas canções e não me causa qualquer problema.Muito sinceramente,se eu não tivesse necessidade para tocar os títulos antigos,não teria sequer 2 bombos!Eu sou contra todos esses clichés do hard rock com os 2 bombos na bateria.Mas também, tentei dar-lhe com a pedaleira dupla e não ficou grande espingardola(lolada)!!

Pratocinado pela Tama,nunca escondeste ao publico que gravavas com a Gretsh.Contunuas a fazé-lo?
Lars-Disse a malta da Tama que tinha o maior respeito por eles,mas em estúdio obtinha mais facilmente o som que desejava com a Gretsch.Eles optaram por me darem timbalões que se aproximavam +/-,são praticamente uma copia da gretsch e soam cinco estrelas.Nos últimos dois álbuns utilizei 2 bombos gretsch,timbalões e tarola( em bronze) da Tama.Mas aí,alguns elementos da bateria poderão ser alterados no próximo álbum.Nós fizemos 3 albuns com o mesmo material e na mesma instalação,sabemos perfeitamente que na próxima produção iremos gravar noutro estúdio com material diferente.

Sentes-te a vontade com essas baquetas da Ahead em aluminium ?
Lars-habituei-me rapidamente.Dou pancadas verdadeiramente fortes e também partia com alguma facilidade as baquetas em madeira nos ritmos mais possantes.No caso por exemplo, em pleino ar livre onde faz frio,partia 20 pares por noite.E quando estás metido na andança de uma musica,mudar de baquetas desconcentra-te sempre um pouco.Com as ahead,parto um par 2 vezes por mês e tenho bastante mais de puder,principalmente porque aplico bastante peso nas pancadas.Gosto de dar o rimshot deixando a baqueta colada a pele e no aro em vez de a levantar logo.È preciso baquetas sólidas para tocar desta maneira,e essas ahead cumprem na perfeição.Tenho tocado com elas faz uns 5 anos..Altera o som nos pratos é verdade,mas o mais importante é sentir-se bem,é quando nos sentimos bem que a musica flui e torna-se melhor no plano do feeling e isso importa bem mais que umas pequenas nuances de som!

As baquetas são assinadas por ti,mas regra geral,não explores muito esse mundo comercial,nenhuma tarola signature por exemplo..
Lars-Não gosto muito disso,já o disse as pessoas envolventes.Aprecio verdadeiramente o material que me oferecem mas não sou Simon Phillips,seria cumulo da vaidade para mim.Eu estou na Tama há uns bons 15 anos,e sempre lhes fui fiel.Agora, grandes empresas dariam-me uma pipa de massa se eu mudasse para eles,Mas a Tama deu-me o material numa época onde ninguém acreditava no meu valor,portanto não seria justo nem correcto da minha parte fazer-lhes uma partidinha de mau gosto nesta altura do campeonato.

Tens nostalgia da tua primeira bateria,que era uma camco?
Lars-( risos) Escolhi uma Camco por que era um teso do car*lh* na altura,e mais,comprei-a em segunda mão..(lolada geral),desde então mudei-me para Tama e não quis mais nada!

Tens alguma colecção de baterias tanto em casa como no estúdio?
Eu até tenho um pequeno estúdio(sala de garvações)em casa mas nunca lá ponho os pés.Os outros estão contentíssimo de ter por exemplo uma guitarra Flying V de 57 sobre aqual Jimi Hendrix terá tocado algures no passado,a mim não me diz nada,nem tem grande interesse possuir 12 tarolas que terão sido usadas por Buddy Rich,não colecciono material,adoro a bateria,mas fora do trabalho toco raramente.

E agora,pondo de lado a musica,o que é importante para ti,o que gostas de fazer,o que te motiva?
Lars- A minha mulher,os meus filhos, a minha família,as minhas raízes,e sou um pequeno amador na pintura..

Fazes colecção de arte?
Lars-Sim,um pouco,venho regularmente a Paris para isso,sou um grande amador de arte bruta.Considero O Jean Dubuffet como o fundador desse estilo,e eu colecciono as suas telas mas também de outros pintores.Da ultima vez que estive em Paris,tive oportunidade de visitar o estúdio de Michel Nadjar,um grande pintor francês de ponta, respeitante a arte bruta.Venho aqui pelo menos 2 vezes por ano,de forma totalmente anónima e vou directo para Saint- Germain-des-Prés.Rodeio a volta da avenida Bonaparte,das belas artes,etc.Posso lá passar dias inteiros(risos)Paris é talvez a única cidade no monde onde venho só por prazer.Sou também um apaixonado pela arte africana,adoro também o cinema de arte.O ano passado,assisti na sua totalidade ao festival do film de Paris.

Os fâs dos Metallica vão se pôr a frequentar as galerias na esperança de te encontrar lá..
Lars-Os fãs reconhecem-me minutos antes e depois dos concertos,quando não é o caso eles não têm a certeza que seja eu(risos).No entanto é sempre porreiro ser reconhecido na rua pelos jovens.

No estado em que te encontras actualmente,que balanço é que fazes relativamente a bateria?

Lars- Torno-me cada vez mais honesto com mim mesmo, e vou te confessar sinceramente que ao envelhecer,sinto-me cada vez menos apaixonado pela bateria em si.Há cerca de 10 anos,tocava ainda para mim,agora só a vejo e a relaciono com os outros.Compor,criar,fazer discos,ora aí está o que me interessa.Considero-me um musico dum grupo,um autor de canções,produtor de estúdio, e a bateria é o meu passaporte para pertencer a esse mundo.Tenho que confessar que estes últimos anos foi sobretudo a composição, o meu alvo de maior interesse,a bateria em si,isolada do resto não representa mais nada para mim.Metallica foi a única banda onde toquei a séria,e fico feliz por isso.


A bateria de Lars (composição 1999)

Tama Starclassic Maple(silver sparkle)

Tarola bell brass 14” x 6” ½
Toms:10”x9/12”x10/16”x16(chão) e 18”x16(chão)
Bombo: 22”x16”(x 2)


Pratos Zildjian:
Z custom Dyno beat hit hat 14”
Spash Z custom 12”
Crash A médium 17”/18”/19”
Crash A médium brilliant 17”/18”
Oriental trash crash 18”
China z custom 20”
Ping ride 20”



Fotos:







(and justice for all)
(Blackened)
(one)
(the unforgiven)
(Nothing Else Matter)
(the memory remains)
(Master Of Puppets)
(St-anger)
(Motorbreath soudtrack)

http://www.darkelucidation.com/metallica_discography.php (discografia metallica)

http://www.bateristaspt.com/forum/showthread.php?t=1123 (Ler!)

Última edição de Leodreammer : Seg, 18 de Setembro de 2006 às 16:32.
Leodreammer não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Seg, 18 de Setembro de 2006   #2
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
Ai esta!!!!!!!!!! obrigado meu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Ainda não tive tempo para ler porque tenho uma serie de coisas para fazer, mas esta era a entrevista que eu estava à espera!!
A minha banda favorita! Metallica e Lars Ulrich que é o baterista que mais me influenciou!!

hehehe
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Seg, 18 de Setembro de 2006   #3
drummer-maniac
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Quinta do Conde
Mensagens: 401
drummer-maniac está no bom caminho
Lindo
drummer-maniac não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Seg, 18 de Setembro de 2006   #4
Eder
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: SM.Lamas - SM.Feira
Mensagens: 556
Eder está no bom caminho
1º de tudo, muito obrigado, adorei ler a entrevista.
2º parabéns, pelo teu esforço, tempo, trabalho... tiveste que penar...
3º sei que é pedir muito, mas podias fazer um trabalhinho destes de quando em vez, ou de vez em quando.
Um grande obrigado,
__________________
Eder
Eder não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Seg, 18 de Setembro de 2006   #5
Captain
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Guimarães
Mensagens: 90
Captain está no bom caminho
É um bom contributo, mas acho que neste momento n irá acrescentar grande coisa. Digo isto, porque depois desta entrevista e concretamente, nos ultimos 7 anos, os Metallica viveram os piores e mais marcantes dias das vidas profissionais e não só.

Sou um enorme fã deles e, como muitos, fui muito influenciado por ele, e por isso aconselho todos os que tiverem oportunidade a ver o documentário 'Somo Kind Of Monster'. Mostra mesmo a realidade que eles passarão desde a saida do Jason e a gravação do St. Anger. É muito bom e os fãs de certeza que vão adorar... Eu pelo menos venerei! Tem uma parte, durante a reabilitação do James, que o Lars convida o Dave Mustain para se encontrarem e conversarem ao fim de muitos anos... É quase assustador sentir que aquilo que para nós é apenas a história de Metallica: 'Eles eram tantos. e depois um saiu e veio outro. No ano tantos tiveram um acidente, morreu o BAIXISTA dos metallica e veio outro BAIXISTA... etc etc etc', para eles mexe com pessoas! Não foi o baixista que perderam, foi um amigo... Não foi um guitarrista que saiu e entrou! Foi um amigo que tiveram que torar da banda quando tinham todos 18 ou 19 anos enquanto estavam a viver um sonho, porque este tinha muitos problemas com bebida e sérios!
É assustador qdo percebemos realmente que eles são os METALLICA, mas tb são pessoas que ja sofreram muito ***** na vida e na carreira...

Acho que é um excelente contributo para todos...
e eu comprei-o na FNAC por €15! quando no lançamento custava €39...
Captain não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Seg, 18 de Setembro de 2006   #6
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
Captain! estou completamente de acordo contigo!

Eu detesto ouvir as pessoas falarem mal do album St. Anger, ou falar mal dos Metallica sem nunca terem visto o documentario. É muito facil para as pessoas falarem... mas nunca viveram na pele o que os Metallica viveram, e mesmo vendo o documentário é impossivel sentir o que sentiram e passar o que eles passaram, apenas ficamos com a noção de que foi dificil.

Eu sou fã de Metallica e gosto do trabalho deles seja em que circunstancias forem!!!

Metallica For Life
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Seg, 18 de Setembro de 2006   #7
drummer-maniac
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Quinta do Conde
Mensagens: 401
drummer-maniac está no bom caminho
e eu estou de acordo com voces os 2

Sem dúvida que o St Anger foi feito em condiçôes muito complicadas , e mesmo assim acho um album razoável , a maior critica vai para a sua produção , o Bob Rock era um enorme productor na ERA do Black Album , mas com o passar dos anos 90 acho que tudo ou quase tudo o que faziam de si um exelente productor se desvaneceu um pouco . Com isto a ligação dos Metallica e ele ficou claramente afectada no producto final produzido por eles . Quando soube que o novo album já não ia ser produzido pelo Bob Rock fiquei extremamente satisfeito , o novo productor é Rick Rubin ( tmb vai produzir o novo album dos enormes U2 :D ) , muito consagrado neste momento , talvez como Bob Rock era no inicio dos anos 90...

Adiante , do que ouvi das novas musicas tocadas este Verão na Escape from the studio 06 que os metallica fizeram ( foram 2 musicas ) deixou na minha opiniao água na boca , nada a ver com Loads nem St . Anger ... nao que isso fosse mau ... parece haver uma viragem ao que eles faziam nos anos 80 , muitos solos do kirk e o lars a usar a pedaleira dupla, já agora uma palavra para o Robert Trujillo.. o gajo é um exelente baixista , vejam este video deles a tocarem a Orion este ano pela primeira vez ao vivo :


Sei que muitas pessoas de uma geração uns anitos mais velhos que eu já deixaram os Metallica um pouco para traz e começaram a ouvir muitas outras bandas bem mais recentes , so que eu simplesmente não o consigo fazer , eu fui mais um , dos muitos milhares, ou milhoes de pessoas que quando passaram por momentos da sua vida mais complicados se socorreram neles para encarar a vida com mais determinação , ou mesmo outras bandas , por isso os metallica para mim nao sao a minha banda preferida mas sim a banda do coração , ate morrer .... é assim que se ve realmente a verdadeira força da musica na nossa vida e isso a mim nunca ninguém me vai tirar de certeza absoluta .

Some Kind Of Monster foi um enorme risco da parte deles , tiveram os tomates bem no sitiu para mandarem isso cá para fora para toda a gente assistir ao que realmente aconteceu , nao vejo muito mais musicos capazes de fazer tal coisa , para além da enorme ademiraçao a eles enquanto musicos que eu tinha depois de ver o documentario fiquei foi mas é com enorme ademiraçao enquanto pessoas , RESPECT RESPECT é so isto que tenho a dizer .
drummer-maniac não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Seg, 18 de Setembro de 2006   #8
Leodreammer
 
Membro desde: 28-Jun-2006
Local: Faro
Mensagens: 951
Leodreammer está no bom caminho
Citação:
Mensagem Original de Captain
É um bom contributo, mas acho que neste momento n irá acrescentar grande coisa. Digo isto, porque depois desta entrevista e concretamente, nos ultimos 7 anos, os Metallica viveram os piores e mais marcantes dias das vidas profissionais e não só.

Sou um enorme fã deles e, como muitos, fui muito influenciado por ele, e por isso aconselho todos os que tiverem oportunidade a ver o documentário 'Somo Kind Of Monster'. Mostra mesmo a realidade que eles passarão desde a saida do Jason e a gravação do St. Anger. É muito bom e os fãs de certeza que vão adorar... Eu pelo menos venerei! Tem uma parte, durante a reabilitação do James, que o Lars convida o Dave Mustain para se encontrarem e conversarem ao fim de muitos anos... É quase assustador sentir que aquilo que para nós é apenas a história de Metallica: 'Eles eram tantos. e depois um saiu e veio outro. No ano tantos tiveram um acidente, morreu o BAIXISTA dos metallica e veio outro BAIXISTA... etc etc etc', para eles mexe com pessoas! Não foi o baixista que perderam, foi um amigo... Não foi um guitarrista que saiu e entrou! Foi um amigo que tiveram que torar da banda quando tinham todos 18 ou 19 anos enquanto estavam a viver um sonho, porque este tinha muitos problemas com bebida e sérios!
É assustador qdo percebemos realmente que eles são os METALLICA, mas tb são pessoas que ja sofreram muito ***** na vida e na carreira...

Acho que é um excelente contributo para todos...
e eu comprei-o na FNAC por €15! quando no lançamento custava €39...

Bem antes de mais fico feliz por terem gostado da entervista..Para não criar nenhuma polemica embora tenham valorizado o meu trabalho,ponho sempre as datas em que foi realizada a entervista,como já tinha referido antes de fazer a tradução de qualquer uma,para mim era uma + valia para se comparar, por exemplo o desenvolvimento da banda em todos os aspectos dessa data a actual.
È verdade que dá algun trabalho mas como madrugo bastante,tenho sempre umas horas livres para fazé-lo e além de me entreter ,aprendo sempre qq coisa,nunca fiz traduções mas garanto que são o mais fiel possivel c/erro de gramatica aqui acolá mas..no geral penso ue safa..lol
Não o faço pra tar a cobrar, mas era interesante se houvesse uma equipa que se dedicasse na tradução de artigos da modern drummer/bateria total,outros(entrevistas/hardware/baterias/etc).
Boas leituras!

http://www.bateristaspt.com/forum/showthread.php?t=1123
Leodreammer não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Seg, 18 de Setembro de 2006   #9
DrumScores
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Exactamente onde queria estar...
Mensagens: 900
DrumScores será famoso em breveDrumScores será famoso em breve
Podemos criar uma equipa para esse fim!
Basta juntarem as pessoas e organizarem o trabalho. Como ja disse de momento ando ocupado com outras coisas (vida mas tambem do forum!)
Posso disponibilizar alguns artigos!
Mas para listar o que posso disponibilizar ainda vai demorar!

Leo, continuaçao de bom trabalho

DrumScores
DrumScores não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 19 de Setembro de 2006   #10
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
drummer-maniac, eles próprios disseram, quando escolheram o Robert para baixista, que não ouviam nada assim desde o tempo do Cliff!!!

Os Metallica tocaram a Orion no funeral do Cliff, e no fim do DVD "Cliff 'em All" dá a Orion dedicada a ele.
No fim da Orion que ai meteste, o James dis: "God bless Cliff Burton". Até me arrepiei de o ouvir diser aquilo!! Lindo!!!!!
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 19 de Setembro de 2006   #11
drummer-maniac
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Quinta do Conde
Mensagens: 401
drummer-maniac está no bom caminho
ya , mas foi a primeira vez que a musica foi tocada por inteiro ao vivo , a musica em si é arrepiante , so aquele baixo ai meu deus ! para mim era assim que um baixo devia soar em todas as musicas .
drummer-maniac não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 3 de Outubro de 2006   #12
andre_vg
 
Membro desde: 30-Jun-2006
Local: Santa Maria da Feira
Mensagens: 224
andre_vg está no bom caminho
pah so te poxo agadecer pelo teu gande esforço esta um mimo , uma coisa k ja faxia ca falta

mt mt bigado
andre_vg não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 3 de Outubro de 2006   #13
Leodreammer
 
Membro desde: 28-Jun-2006
Local: Faro
Mensagens: 951
Leodreammer está no bom caminho
pá,isto foi só uma pequena aparetiva..esperem só com o que o Maneiro vai trazer..ele disse q tava a copiar as entrevistas( a dar com pau) para o pc e tal,se ele decidir avançar vai rebentar bomba no forum!
Maneiro n te esqueças do pessoal!!
Leodreammer não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #14
Miguel Martinho
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Bobadela/Lisboa
Mensagens: 7.215
Miguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luz
Eu sou dos tais que deixou de ouvir Metallica, não para ouvir coisas recentes (porque pouco o faço), mas porque eles deixaram de ser verdadeiros com eles próprios.

Eu não quero saber do documentário para nada. Vi bocados. Se eles não quisessem ser uns desgraçados não tivesses tomado as muitas más opções que tomaram.

Há uma entrevista ao Adrian Smith (guitarrista de Maiden), em que ele diz mais ou menos isto acerca da fama:
"Nós (Maiden), poderíamos ter optado no passado por caminhos fáceis para chegar ao topo, mas será que hoje estaríamos satisfeitos connosco próprios?"



Metallica no início da carreira quando precisavam dos fãns lutavam com eles para combaterem o mundo das editoras e não se importavam minimamente que copiassem os seus discos. Anos mais tarde colocavam o Napster em tribunal. Deixaram de ter respeito pelos fans a partir do momento que começaram a comportar-se como vedetas da MTV, etc., etc.

Por isto e por muito mais, Metallica para mim acabaram em 1992.
Miguel Martinho não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #15
drummer-maniac
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Quinta do Conde
Mensagens: 401
drummer-maniac está no bom caminho
epa é a tua opinião , mas queres ver como é facil dar-lhe a volta ?
o que é que é preferivel ? uma banda tocar a mesma coisa durante décadas ( maiden )e simplesmente nao inovar ou ter medo.... ou uma banda simplesmente fazer aquilo que mais lhe apetece fazer no momento ??

Pa a cena do Napster é de fácil explicação , os Metallica ficaram *** foi pelo facto de uma musica acabadinha de gravar ( i disappear ) de repente aparecer no napster sem mais nem menos , se fosse eu tmb ficava *** !!!!!! mais , infelizmente os metallica ficaram queimados nisso sozinhos , porke havia por ai muito artista que se queixava dessa situaçao , mas mais uma vez os Metallica tiveram tomates ....
ainda em relaçao a essa cena , os gajos sempre autorizaram os fans por exemplo nos concertos a levarem camaras e gravarem os concertos na integra !!! digam-me mais bandas que permitam tal coisa .

Se queres que te diga acho incompreensivél deixar de gostar de uma banda so porque esta toca a musica que lhe apetece e porque decidiu mudar um pouco o seu estilo , e todo o seu passado nao conta ??é que se fores a um concerto deles de certeza que sais de lá a dizer " foi um dos melhores concertos que ja vi na minha vida " , conheço pessoas que aconteceu isso e no momento nao os gramávam pela tal historia dos Load´s e Napsters .

Um pequeno á parte , tenho concertos deles da época do black album e tenho de 2006 que eles fizeram , so digo isto , eles tocam melhor agora do que nakela altura , melhor melhor so mesmo no tempo do and justice for all .
drummer-maniac não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #16
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
concordo contigo drummer-maniac!!

Para mim os Metallica so acabam no dia em que a banda acabar! não sei o que é que a malta tem contra o Load e o Reload, se são discos tão agressivos como os outros com musicas como a Aint my Bitch, Bleeding Me, Cure, King Nothing, The Outlaw Torn, Until It Sleeps, Attitude, Bad Seed, Better Than You, Carpe Diem Baby, Devils Dance, Fuel, Prince Charming, The Memory Remains e The Unforgiven II... a unica diferença que eu noto é na voz do James, porque de resto axo que é tudo a mesma coisa...
Gosto muito do St. Anger e so a unica coisa que axo má no album é a questão de não haver solos! porque de resto adoro.

As minhas bandas favoritas são Metallica e Iron Maiden, e já vi ambos ao vivo, e gostei mais do concerto de Metallica do que do concerto de Iron Maiden.

Não compreendo é como é que alguem pode deixar de gostar de Metallica mas vou permanecer na duvida porque não creio que vá passar por isso! e digam o que disserem mal dos Metallica, isso nunca vai entrar na minha cabeça
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #17
drummer-maniac
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Quinta do Conde
Mensagens: 401
drummer-maniac está no bom caminho
Eu tmb adoro Maiden , mas lá está se fores a ver a sua discografia acho que por vezes se repete um pouco , faltam ali umas ideias novas , talvez uma mudança n sei ...
drummer-maniac não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #18
Miguel Martinho
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Bobadela/Lisboa
Mensagens: 7.215
Miguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luz
A sonoridade do Load (foi onde se deu a principal mudança), caiu muito e fez com que a banda passasse a ser mais uma banda no meio de muitas outras. Se não tivessem o nome, não vendiam tanto.
O Reload é um album desnecessário. É mau, é chato e não traz nada de novo em relação ao Load. O que possa ter de novo é pela negativa.
Tecnicamente o Lars tem vindo a decrescer. Se antes tinha um estílo muito próprio de tocar que acabou por influenciar muita gente a tocar bateria (incluindo eu), aos poucos está a por de lado aquela garra de tocar (ele próprio dá a entender isso na entrevista).

O St. Anger é uma tentativa frustrada de voltarem às raizes. Aquela "inovação", que muitos lhe chamam, de som da tarola é um atentado a quem gasta muito dinheiro em ter uma boa tarola. Aquele som saco eu com uma tarola de gama baixa de qualquer marca.
O album é igualmente muito longo e chato. Músicas excessivamente grandes a repetirem o desenho.

Inovar sim, mas com qualidade.

Eu não falei em Maiden directamente, falei somente de uma opinião, que para mim é muito válida, do Adrian Smith em relação a muitas opções que muitas bandas fazem ao longo da carreira.
Muita colocam os seus valores de lado só porque ambicionam mais fama e dinheiro.

Uma banda que era a favor de se copiarem discos, jamais pode colocar um Napster em tribunal. A culpa não é do Napster. Se a música apareceu lá é porque alguém a colocou. Metallica devia procurar culpados na sua equipa e não num site de partilha de ficheiros.
Se no tempo em que Metallica ainda estava no início, de certeza que se o Lars tivesse a oportunidade de por as mãos numa música de Black Sabbath ou Diamond Head antes do disco saír, ele punha. Hipocrisias têm limites.

Quanto ao deixarem o pessoal levar camaras... experimenta ir ver um concerto de Metallica e leva a tua camera de filmar na mão para ver se ela entra.

Eu vi Metallica em Alvalade. Sei como eram ao vivo. Não os voltei a ver por opção. Sei quem os foi ver depois ao T99 (no Jamor), e todos dizem que em Alvalade foi melhor.
Já vi concertos recentes deles em video, e para mim não estão melhores, até porque perderam alguma humildade que tinham (especialmente o Lars e as suas poses de mauzão e mandão).
Miguel Martinho não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #19
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
Tu não notas diferença do Load para o Reload porque inicialmente o Load era para ser um disco duplo com as musicas do Reload, mas, por motivos de não conseguirem cumprir prazos tiveram que lançar o Load e como o proprio nome indica Reload veio depois com as musicas com uma sonoridade identica!

Não dirias que o St. Anger é uma tentativa frustrada de voltarem às raizes se não tivesses visto o documentário do Some Kind Of Monster aos bocados.
Não digo que o St. Anger seja um grande album, mas depois de entender o seu significado doulhe o seu valor.

Eu vi Metallica em 2004 e vi os concertos antes e depois de eles passarem ca em portugal... e o que tornou o concerto de 2004 tão especial foi o publico portugues que esteve sempre a vibrar e a cantar até mesmo quando eles não estavam a tocar. No concerto antes e no concerto asseguir o publico mal batia palmas! foi por isso que ca em portugal eles se domoraram tanto para sair do palco com agradecimentos ao publico. Eu axo que axarias que os Metallica não estariam melhores que antigamente, mas com bastante pujança se o publico dos videos que viste fosse o publico portugues!!
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #20
Miguel Martinho
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Bobadela/Lisboa
Mensagens: 7.215
Miguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luz
Eu sei a história do Load e do Reload.
Eu não ligo ao público, o que me importa quando quero analisar um concerto de uma banda em palco é a banda em si. A maneira como tocam, como reagem, a postura, etc., etc.

O documentário não me diz nada. O documentário é uma tentativa de eles justificarem os erros que eles próprios cometeram. Se não estão em condições de gravarem, não gravem. Se não estão em condições de manterem a banda viva e de boa saúde, arrumem as botas.
Para mim o que não faz sentido é uma banda rebelde, com orgulho próprio, que sempre bateu o pé a tudo o que era mainstream (so gravam um teledisco para a MTV no 4º album), de repente viram betos, frequentadores de festas mainstream e combatem o que sempre apoiaram.
Eu continuo a dizer, se o Cliff não tivesse morrido, Metallica nunca se teria tornado os hipocritas que se tornaram.
Miguel Martinho não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #21
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
não concordo com o que dises de o documentario ser uma forma de se justificarem porque tiveram a ideia do documentario antes de começar a gravar o disco, e os problemas começaram depois de se começar a gravar o documentario(tirando a parte do jason ter saido da banda)
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #22
Miguel Martinho
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Bobadela/Lisboa
Mensagens: 7.215
Miguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luz
Os problemas já vêm de trás quando eles começaram a aperceber-se que os "verdadeiros fans" começaram a abandonar a banda. A partir do momento que todos os criticavam pelas opções feitas as coisas foram caíndo.
O problemas do James com o alcool já era recorrente pós Load.

Os problemas com o Jason já são muito antigos. O Jason apresentava material para a banda tocar e era tudo recusado. A opção dele saír para mim demorou mais do que o esperado.
Miguel Martinho não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #23
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
Pronto... mas isso do jason é outra coisa!! mas o documentário não foi uma maneira de se justificarem porque se vires o documentário vais ver que ao longo do documentário é que surgiram sérios problemas e foi durante o documentário que a banda esteve por 1 fio de acabar. Não acredito que eles tenham passado por todos aqueles problemas de proposito so para arranjarem um protesto de se justificarem!
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #24
drummer-maniac
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Quinta do Conde
Mensagens: 401
drummer-maniac está no bom caminho
meu é a tua opiniao , respeito , e se alguem nao a respeitar acho mal e ainda bem que há opinioes diferentes se não isto não dáva pica absolutamente nenhuma .
drummer-maniac não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qua, 4 de Outubro de 2006   #25
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
eu tambem respeito a opinião de toda a gente inclusive estou a gostar bastante desta discução porque está a ser muito saudavel!! Metallica é a minha banda favorita mas não vou ficar chateado por a criticarem! opiniões são opiniões e temos que as respeitaste!
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Qui, 5 de Outubro de 2006   #26
Miguel Martinho
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Bobadela/Lisboa
Mensagens: 7.215
Miguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luzMiguel Martinho é um glorioso foco de luz
Eu era grande fan de Metallica.
Comecei a ouvir Metallica quando saíu o "...And Justice For All..." (foi mais ou menos a mesma altura que comecei a ouvir Metal).
Adorava os 4 albuns. Comprava tudo o que era revistas onde viessem os gajos e lia tudo. Sabia a postura deles em relação à música, ao metal, aos fans, sabia a história toda deles, etc., etc.
Aos poucos isto tudo foi-se alterando e eu deixei de acreditar neles.
O sucesso do Black Album subiu-lhes à cabeça de uma maneira totalmente errada... é pena.

Por isso, para mim Metalica acabou em 1992, depois disso é uma bandazeca que usa o mesmo nome.
Miguel Martinho não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 7 de Outubro de 2006   #27
bada
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: V.N. Gaia
Mensagens: 882
bada é um glorioso foco de luzbada é um glorioso foco de luzbada é um glorioso foco de luzbada é um glorioso foco de luzbada é um glorioso foco de luzbada é um glorioso foco de luzbada é um glorioso foco de luzbada é um glorioso foco de luzbada é um glorioso foco de luzbada é um glorioso foco de luz
Boas!!!

Aqui esta um tema sensivel, falar de metallica nao é facil.

Por um lado fico extremamente contente que ainda exista malta a adorar e a defender o culto metallica, fico mesmo satisfeito, mas por outro concordo em grande parte com a opiniao do Hammer.
Cada banda sabe de si e faz o que quer, e isso à que respeitar, mas os fans tb tem o direito de gostar ou nao gostar.
Eu fui um dos que virou, adorava metallica, alias comecei nisto da bateria por causa da fade to black, tinha concertos, cds tb lia o que arranjava etc etc, mas o certo é que foi lançado o load e infelizmente para mim porque gostava mesmo muito do som da banda deixei de gostar daquilo, fim um esforço muito grande para conseguir gostar, quase que me obriguei a gostar mas nao consegui.

PAra o meu gosto pessoal load, reload nao tinham nada mas mesmo nada a ver com METALLICA. Respeito a opçao deles, mas foi um passo em frente que eu como fan nao quis acompanhar.
O ST anger nem posso falar falar porque nem me dei ao trabalho de ouvir, mal ouvi aquele bidon com que o lars tocou no single que perdi a esperanca de encontar algo de jeito no album e se calhar ate estou errado, porque se certeza que tem alguma musica que se aproveite, mas de boa musica que ainda nao ouvi estou eu cheio, quando nao tiver nada para ouvir vou entao ver s tem ou nao, ate la fica o beneficio da duvida.


Mas la que Metallica esta entre talvez as 5 maiores bandas do munda e que conquistou e marcou geraçoes é verdade e isso ninguem lhe pode tirar.
__________________
MISSOM
bada não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 7 de Outubro de 2006   #28
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
Segundo as estatisticas da MTV os Metallica são as segunda maior banda de sempre com Guns n Roses em primeiro lugar e U2 em terceiro
Esta é a opinião da MTV!
Axo que metallica se pode manter em 2º mas U2 trocava com guns.
Esta foi a minha opinião
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 7 de Outubro de 2006   #29
drummer-maniac
 
Membro desde: 3-Abr-2006
Local: Quinta do Conde
Mensagens: 401
drummer-maniac está no bom caminho
sem dúvida , apesar de ser fan de Metallica tenho de reconhecer que os U2 são sem sombra de dúvidas a maior banda no activo , a seguir já podemos pensar em colocar os Metallica , mas estas cenas são sempre muito relativas . Já agora há uma coisa que me fd sempre que vou ouvindo a dizer que o Lars é um baterista vulgar e levam isso para um campo de apenas tentativa de rebaixamento , o baterista de U2 é um dos melhores bateristas do Mundo ??? tenho as minhas dúvidas , mas lá está , faz o seu trabalho e sabe o que é preciso fazer apenas tendo em mente o que é o melhor para a banda .Para mim uma banda que lhe é dada muito pouco valor é sem dúvida os Dream Theater , batersita excepcional , baixista idem idem axpas axpas , guitarrista , teclista .... o pior é mesmo o vocalista , mas olhando para o conjunto é assombroso .
drummer-maniac não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 7 de Outubro de 2006   #30
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
Não sei se o Larry Mullen Jr. é melhor que o Lars ou o Lars melhor que o Larry Mullen Jr., mas não são, de certeza, os melhores bateristas do mundo... mas ainda assim são bateristas das melhores bandas de sempre!!
Conheço bem os dois e posso dizer que desempenham o papel deles de acordo com a musica que se faz e sendo simples ou complexo, a verdade é que o trabalho fica excelente.

Em relação aos Dream Theater... pk e k nao gostas do vocalista?? na minha opinião ele tem uma voz excepcional!!
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 7 de Outubro de 2006   #31
Leodreammer
 
Membro desde: 28-Jun-2006
Local: Faro
Mensagens: 951
Leodreammer está no bom caminho
Bem n sei ao certo se top 3 foi escolhido pela propria Mtv ou se houve votos..Primeiro.
Depois Gostos aparte n considero pessolmente os red hot,rolling stone inferiores até porque já têm muitos anos de estradam..U2 sim,é uma Banda exelente a q dar valor mas na minha opinião nem devia existir um top 3 ou top 10 acho ridiculo,sem querer tar a comparar mas já q estamos no meio musical,já viram o que seria se houvesse um top 3 dos bateristas!!Como é que iam fazer:

Neil peirt
Dave weckl
Dennis Chambers

!??Humm,n há melhores nem piores em termos globais só há melhores na cabeça de cada um,agora se houve votação na net e tal ainda perdoa-se...Tb as votações são aquilo q são,O Maradona a esta hora já estaria a frente de Pelé se formos por aí..LOl
Leodreammer não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Sáb, 7 de Outubro de 2006   #32
Cutlas
 
Membro desde: 5-Abr-2006
Local: Barreiro
Mensagens: 1.244
Cutlas será famoso em breve
essa cena da MTV nao foi nem um top 3 nem um top 10... foi um top 40!!! so que eu so mencionei as 3 primeiras porque é as unicas de que me lembro LOLOL
__________________

Cutlas não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Não lido Ter, 18 de Maio de 2010   #33
Craveiro
 
Membro desde: 17-Mai-2010
Local: Lisboa
Mensagens: 5
Craveiro é uma quantidade desconhecida por enquanto
Re: ENTREVISTA: Lars Ulrich - Baterista de Metallica (Set 1999)

É bonito ver os DT a virem sempre à baila! Gotta love Mike Portnoy...

PS: Tambem gosto bastante da voz do James....... LaBrie... do outro nem se fala
Craveiro não está cá agora...   Citar esta Mensagem
Resposta



Opções

Regras
Aqui não podes criar novos assuntos
Aqui não podes responder a mensagens
Aqui não podes colocar anexos
Aqui não podes editar as tuas mensagens

Código vB está Ligado
Smilies estão Ligados
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado
Escolher Fórum

Assuntos Semelhantes
Assunto Autor do Assunto Fórum Respostas Última Mensagem
BateristasPT.com - A História Miguel Martinho Notícias de Primeira Página 38 Ter, 29 de Outubro de 2013 11:11
Como lidarias com um (ou vários) membros homosexuais na tua banda? LEONEL RODRIGUES Esplanada dos Batucadores (Off Topic) 161 Dom, 24 de Junho de 2012 19:43
Catdrums Catdrums Apresentação de Novos Membros 49 Qui, 8 de Março de 2012 20:06
Esplanada: Piadas de bateristas (Drummer jokes) semi Esplanada dos Batucadores (Off Topic) 8 Sex, 23 de Dezembro de 2011 11:31
microfones, as aplicaçoens e variedades. Ricardo Amaro Debates técnicos (Workshop, Clínica e Masterclasse "virtual") 7 Ter, 15 de Fevereiro de 2011 19:42



São agora 02:49. (horário GMT +1)


Design by: vithorius
Copyright ©2001 - 2017, Fórum BateristasPT.com
Powered by vBulletin®
Copyright ©2000 - 2017, Jelsoft Enterprises Ltd.
Gravatar as Default Avatar by 1e2.it